Times goianos têm confrontos definidos para a 2ª fase da Copa do Brasil

Classificados, os quatro times goianos já sabem quando e onde serão seus próximos jogos pela Copa do Brasil. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta-feira (15) tabela com os confrontos, que começarão já nesta terça-feira (19), com clássico Estadual entre Londrina e Paraná, no Estádio do Café, às 19h15. Entre os goianos, o Esmeraldino é quem joga primeiro. Na 2ª fase, caso haja empate ao final dos 90 minutos, a disputa da vaga será nos pênaltis.

Com 100% de aproveitamento na temporada, o Goiás pega o CRB de Alagoas, na próxima quinta-feira (21) no estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia, às 21h30. Embalado, o Verdão é favorito no Campeonato Goiano e também quer avançar na competição nacional, cujo prêmio de R$52 milhões ao campeão chama a atenção dos clubes.  

https://twitter.com/goiasoficial/status/1096028453323882496

Em jogo polêmico, a Aparecidense venceu a Ponte Preta, na terça-feira (12), e conseguiu passar para a próxima fase. Dessa maneira, joga contra o , o único time do Estado que avançou na competição, no próximo dia 27, às 15h30, no Estádio Diogão, na cidade de Bragança.

Depois de passar sufoco contra o Manaus na 1ª fase, o Vila Nova joga contra o URT-MG, em Patos de Minas, no Estádio Zama Maciel, também no dia 27, às 20h30. O time mineiro superou o Coritiba e se classificou em jogo de cinco gols. O técnico do Tigrão, Umberto Louzer, terá à disposição o atacante uruguaio , de 23 anos, que foi regularizado e apresentado na sexta-feira (15).

https://twitter.com/VilaNovaFC/status/1096066162423668737

Após empate suado contra o Brusque, com gol de André Luís aos 22 minutos da etapa final, o Atlético-GO enfrenta o seu xará, o Atlético Cearense no dia 26, às 21h30, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. Com mais R$525 mil em caixa, já que está na próxima fase, o vice-presidente do Dragão, Sebastião Santana, em entrevista para a rádio Sagres 730, contou a importância desse dinheiro para o time:

“Nós fizemos um planejamento para passar duas fases na Copa do Brasil. Temos um provisionamento de cerca de dois milhões e meio de reais que essas duas fases nos dá. Mas o Atlético não tem receita, não tem dinheiro da televisão porque você vai fazer esse tanto de jogo e receber 200 mil reais; as rendas das partidas são para pagar as dívidas internas do clube e do estádio. Nós estamos sem um patrocínio máster. Então o Atlético conta com esse dinheiro como receita, ele não será direcionado para o futebol, mas sim para contas do dia a dia.”

https://twitter.com/ACGOficial/status/1095842306840768513

Danyela Freitas
Sou goianiense, graduada em Letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG), pós-graduada em Jornalismo Esportivo pela Estácio-SP e tenho três grandes paixões: a escrita, a leitura e o esporte (não necessariamente nessa ordem).

Artigos Relacionados