Nessa terça-feira (28) o Montevideo Wanderers, clube de origem uruguaia, acionou a Fifa pelo atraso do Timão no pagamento por Bruno Méndez. A saber, apenas uma das três parcelas estipuladas foi paga na transação. De acordo com a diretoria Bohemia, alcunha da equipe charrua, o Corinthians sabia da pendência e tentou renegociar. Por certo, a notícia desse empecilho entre uruguaios e brasileiros foi divulgada no site “Meu Timão”.

Só para ilustrar a causa do acionamento, em fevereiro de 2019, quando Corinthians e Wanderers firmaram o negócio por 85% dos direitos econômicos, ficou combinado do pagamento ser feito em três parcelas. Ou seja, o time paulista deveria pagar U$ 3,5 milhões (R$ 13,4 milhões) parceladamente. Contudo, os uruguaios alegam que apenas uma das prestações por Bruno Méndez foi quitada.

Sabendo do atraso, o Timão tentou oferecer um novo acordo com Wanderers. Mas os Bohemios decidiram em recusar a proposta e acionar a Fifa. Uma vez acionada, a entidade máxima do futebol mundial irá intervir no negócio, e forçará o Timão a pagar o valor pendente ao Wanderers. Em caso de não pagamento, o Corinthians poderá sofrer sanções impostas pelo orgão.

Procurado para falar sobre o caso, Duílio Monteiro Alves, Diretor de Futebol da instituição paulista, tentou esclarecer o ocorrido.

“O clube não está quebrado, mas por problemas de fluxo de caixa deixou de pagar por Bruno Méndez”.

ATUAÇÕES DE BRUNO MÉNDEZ

Há quase um ano defendendo a camisa alvinegra, Bruno Méndez Cittadini entrou em campo apenas 11 vezes. Muitas delas, o zagueiro de 20 anos atuou improvisado na lateral-direita. Antes de desembarcar no Brasil, Méndez jogou por duas temporadas no Montevideo Wanderers, sua equipe formadora. Além disso, o atleta também vestiu as cores da seleção uruguaia Sub-20, e foi o capitão  da mítica celeste algumas oportunidades.

Foto destaque: Fernando Dantas/Gazeta Press

Avatar
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados