Tianjin Teda x Guangzhou R&F – Em busca da primeira vitória na Superliga Chinesa

- Equipes ainda não venceram no Campeonato Chinês, com os mandantes perdendo as duas partidas iniciais e os visitantes tendo dois empates

A 3ª rodada da Superliga Chinesa 2019 começa nesta sexta-feira (29), às 8h35 (horário de Brasília), no Centro Olímpico de Tianjin, na China. O jogo isolado que abre a rodada é entre o Tianjin Teda, que conta com duas derrotas até então, recebendo o Guangzhou R&F, que também não venceu, mas somou dois pontos graças aos seus empates nas partidas anteriores.

Tianjin Teda

Reforçados com o nome de peso do alemão Sandro Wagner, campeão da Copa das Confederações de 2017, o time de Tianjin ainda segue sem saber o que é vitória. Por mais que tenha feito dois jogos parelhos, não saiu vencedor, contando com o novo camisa 9 apenas no segundo jogo. A estreia foi uma derrota para o Jiangsu Suning por 3 x 2. Na rodada passada perderam para o Guangzhou Evergrande por 1 x 0.

A equipe aproveitou a pausa para acertar o sistema defensivo e entrosar cada vez mais Sandro ao time. O fato de ser o primeiro jogo em casa na temporada dá uma força a mais ao grupo, que contará com sua torcida no apoio. Foram apenas dois dias de descanso e muito treino. Segundo a imprensa chinesa, a ideia de Stielike é que todos tenham uma função defensiva, inclusive o camisa 9 alemão.

https://twitter.com/seb_perpignan/status/1110786241333731328?s=19

 

Provável escalação: J. Du; Tan Wangsong, K. Zheng, Bastians e H. Zhao; H. Guo, M. Muzepper, H. Mao, F. Acheampong e C. Zhang; Sandro Wagner. Técnico: Uli Stielike.

Guangzhou R&F

Os visitantes vêm de dois empates nas duas primeiras rodadas. Os reforços estrangeiros Mousa Dembélé Dia Saba já estrearam. O belga ditou o ritmo do meio-campo do time, enquanto o israelense já até marcou gol, o que abriu o placar na 2ª rodada. O primeiro confronto foi um 2 x 2 com o Chongqing Dangdai e o segundo jogo foi um empate de 3 x 3. O técnico sérvio Dragan Stojković falou sobre a partida, seus jogadores e o treino durante a pausa:

“Estou muito satisfeito com o treinamento da equipedurante o intervalo. Acho que o time está bem preparado. A mudança de clima não preocupa. O frio é um ambiente agradável de se jogar e não deve ser problema. Alguns jogadores voltaram da Europa após disputarem amistosos com suas seleções e estou preocupado com eles. A jornada muito acelerada e as longas viagens são desgastantes. Espero que possam dormir bem. A boa notícia é que não há lesionados”.

Provável escalação: C. Yuelei; Tang Miao, Huang Zhengyu, Yi Teng e Ding Haifeng; Dembélé, Tixiang Li, Fan Yunlong e Dia Saba; Gui Hong e Eran Zahavi. Técnico: Dragan Stojković.

Retrospecto

Já aconteceram 28 encontros entre as equipes, sendo o equilíbrio o destaque, com 11 vitórias para cada lado e mais seis empates. No quesito gols marcados também há equilíbrio, com os donos da casa tendo seis gols de vantagem, 38 x 32. No ano passado foram dois jogos e uma vitória para cada lado: 2 x 1 para o Teda em casa e 2 x 0 para o R&F em seus domínios. Antes disso a última vitória do Teda havia sido em 2015. Os duelos costumam ser de bastante paridade, sendo raro um placar mais elástico, sendo um 3 x 0 em 2004, no segundo jogo entre eles o jogo com maior diferença.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1233 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo