Tianjin Quanjian x Kashima Antlers – Chineses a reverter placar Liga dos Campeões Asiática

No jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões Asiática, os chineses do Tianjin Quanjian recebem amanhã, às 8h30, os japoneses do Kashima Antlers. Os visitantes tem vantagem de dois gols, conquistada no jogo de ida, com gols de Léo Silva (ex-Portuguesa) e Serginho (ex-América-MG). Os chineses precisam reverter o placar com o apoio da sua torcida no Complexo Olímpico de Macau, na ilha da Taipa, em Macau, na China.

Houve especulações de que o jogo seria remarcado para ser jogado em Tianjin ou adiado para a noite de quarta-feira em Macau, depois que o tufão Mangkhut golpeu Hong Kong e Macau no fim de semana. Informação cancelada após a confirmação do AFC.

TIANJIN QUANJIAN

O time chinês, que sofreu no jogo da ida levando dois gols na etapa final dificultando muito a tarefa de chegar na semifinal dessa competição, na fase anterior passou por outro time chinês o Guangzhou Evergrande graças a gols feitos fora de casa. A Champions League da Ásia é a única maneira de poder conquistar um título nessa temporada, por que no Campeonato Chinês o clube está em 10º colocado com 27 pontos. Recentemente, o principal jogador da equipe, Alexandre Pato, se lesionou, ficando fora da última partida e é dúvida. O atacante brasileiro fez acupuntura, tomou anti-inflamatórios e, segundo o treinador, mostrou espírito de luta indomável e está ansioso para jogar. Zhang Cheng, lesionado, é outra dúvida. O mau tempo foi outro que atrapalhou a preparação do time local, como explica o técnico português Paulo Sousa:

“Por causa do tempo, estávamos no hotel fazendo duas sessões de treino. Amanhã para nós é uma final, embora existam muitos fatores externos fora do nosso controle, mas isso não é uma desculpa, ainda temos confiança diante da partida de amanhã. Eu acredito que nossos jogadores serão capazes de lutar com todas as forças. Se pudermos marcar primeiro, na mentalidade dos jogadores haverá mudanças sutis, o adversário ficará mais ansioso. Espero ter bons resultados”

Quando perguntado sobre a equipe adversário, o treinador foi pragmático: “O Japão é maior do que a força total do futebol chinês, os jogadores são técnicos e ainda têm a capacidade tática de ler o jogo. São melhores do que os jogadores chineses, mas, no jogo de amanhã, a mentalidade dos nossos jogadores será melhor, porque estamos em um bom desempenho. Traremos um resultado surpreendente”.

A esperança de gols está empunhada a Alexandre Pato, que na AFC Champions League, em cinco partidas fez três gols, um deles sendo importantíssimo na partida de volta contra o Evergrande onde foi o gol de empate e mudou totalmente o cenário da partida.

Provável escalação: Zhang Lu; Zheng Dalun, Wang Jie II, Kwon Kyung-Won e Zhang Cheng; Pei Shuai, Yongpo Wang, Xiu Wei Zhang e Sun Ke; Yang Xu e Alexandre Pato. Técnico: Paulo Sousa.

KASHIMA ANTLERS

Já os japoneses que vão com uma certa tranquilidade depois de jogar em casa e vencer. Com isso, podem adotar uma estratégia mais defensiva, esperar para armar um contra-ataque e tentar liquidar ainda no primeiro tempo apostando na linha defensiva com Nishi, Seunghyun, Inukai e Y. Misao. O Kashima Antlers que na Liga Nacional está na 7ª posição com 26 pontos pode focar mais em campeonatos de mata-mata. Falando do jogo de amanhã, o técnico Go Oiwa apenas salientou:

“É muito importante para nós marcarmos presença entre os quatro primeiros. Comparado com a pressão, esperamos concentrar a força de toda a equipe para jogar este jogo. Estamos ficando melhor. A equipe e os jogadores têm de ajustar estádio e, independentemente do local, a equipe e os jogadores são muito bons, certamente amanhã vai ser um bom jogo”.

No elenco há dois jogadores que foram convocados para a Copa do Mundo da Rússia, Naomichi Ueda e Gen Shoji, e três brasileiros, além de Léo Silva e Serginho, Leandro (ex-Palmeiras e Grêmio) está na equipe, além da estrela Yuma Suzuki, com dois gols na competição.

Provável escalação: Suntae; Nishi, Seunghyun, Inukai e Y. Misao; Nagaki, Léo Silva, Doi e Tanaka; Serginho e Suzuki. Técnico: Go Oiwa.

RETROSPECTO

O único jogo que essas equipes se confrontaram na história foi o jogo de ida da Liga dos Campeões desse ano, vencido pelo Kashima Antlers por 2 x 0.

Felipe Dantas
Tenho 24 anos, fiz jornalismo esportivo no SENAC, sou um apaixonado por vários esportes mas vivo o futebol como se fosse parte de mim, fanático pelo São Paulo, Roma e Seleção Brasileira. Em várias lembranças marcantes o futebol está envolvido.

Artigos Relacionados