Thiago Silva infância

Um dos melhores zagueiros do mundo da atualidade, Thiago Silva hoje é uns dos destaque do PSG. Porém, a caminhada até o sucesso não foi fácil. Em entrevista para as mídias do clube francês, o jogador contou sobre as dificuldades que passou na infância e que já pensou em largar o futebol depois de ser rejeitado em “paneiras” nos clubes. De acordo com o Thiago, seu padrasto sempre o incentivou na ideia se tornar jogador de futebol.

“Meu padrasto me ajudou muito. Foi um cara que sempre me deu força, especialmente em momentos difíceis, como quando ia fazer teste e era reprovado. Ele chegava e dizia: ‘vamos tentar em outro lugar, porque eu sei que você tem capacidade'. Mas com certeza foram momentos dolorosos para a gente. Eu pensei em desistir. Mas graças a Deus não desisti.”

Assim, zagueiro foi rejeitado por diversos clubes entre eles o Fluminense, onde depois de virar profissional defendeu as cores do Tricolor, Flamengo, Botafogo e até dos modestos Madureira e Olaria. Outra dificuldade que o jogador afirmou na entrevista foi que tinha em mente um sonho, mas também tinha uma segunda opção como carreira, que era cobrador de Kombi, já que seu irmão era motorista.

“Se eu falar pra você que pensava que conseguiria [ser profissional], eu vou estar mentindo. Eu não pensava. A gente tinha um sonho, mas a certeza, não tinha… Eu praticamente abdiquei de muitas coisas da minha infância para o trabalho. Naquele momento, era preciso fazer, até porque a gente passava uma fase difícil em casa.”

https://www.instagram.com/p/B_dXXVpFybE/

O jogador também relatou que ficava triste quando via seus amigos na rua brincando e não podia participar, pois tinha dever à fazer no dia seguinte. Segundo o próprio, doía muito mas ele tinha que ficar focado no que queria.

“Uma coisa que me deixava triste, momentaneamente, era o fato de chegar em casa tarde, meus amigos estarem na rua, me chamarem para brincar e eu não poder, porque tinha uma responsabilidade no dia seguinte. Isso me doía, mas eu era tão apaixonado pelo futebol que fiz isso com muita paixão.”

CARREIRA

Depois de ser rejeitado em diversas “peneiras”, Thiago Silva iniciou carreira no Juventude, do Rio Grande do Sul. Se destacou na equipe, e em 2004, e foi direto para Europa, jogar no Porto, de Portugal. Foi no clube português, que começou a pior fase da carreira do zagueiro. No mesmo ano de sua transferência, Thiago começou a sentir dores no peito constantemente. Fez vários exames na época, mas nada foi constatado. Depois da Europa, foi vendido ao Dínamo Moscou, da Rússia. Mas foi aí que começou agravar seu maior drama profissionalmente.

No Norte da Ásia, correu sério risco de vida, tudo porque o zagueiro tinha tuberculose muito grave. A reviravolta começou depois que seu primeiro treinador, Ivo Worttmann, que treinou Thiago no Juventude, foi comandar o Dínamo e conseguiu um médico especialista no assunto para tratar o defensor.

Por fim, depois de passar por esse grande susto, voltou ao Brasil em 2006 para defender a camisa do Fluminense, onde foi campeão da Copa do Brasil de 2007 e é considerado ídolo pela torcida. Posteriormente, em 2009 foi para Milan e se destacou no elenco, se firmando um dos principais zagueiros do mundo. Jogando em alto nível, o PSG conseguiu sua transferência em 2012 por cerca de 40 milhões de euros. Hoje, no clube francês é capitão e ídolo.

https://www.instagram.com/p/B_nUL6dlSP1/

Foto Destaque: Thiago Silva/PSG

Avatar
Gabriel Gonçalves
Formado em jornalismo, escolhi esse caminho pois gosto de contar histórias para as pessoas. Apaixonado por esportes, agradeço ao meu avô por ter colocado o futebol na minha vida.

Artigos Relacionados