Ex-palmeirense Thiago Santos comenta volta dos treinos nos Estados Unidos

Em dezembro de 2019, o bicampeão brasileiro Thiago Santos saiu do Palmeiras, rumo ao Estados Unidos, mais precisamente ao FC Dallas, clube da Major League Soccer. Entretanto, a expectativa para temporada de 2020 foi frustada por conta da pandemia do novo coronavírus. Thiago teve tempo de jogar apenas duas partidas oficias pela MLS, até a temporada ser pausada no dia 13 de março. Assim, após quase dois meses sem futebol, os treinos finalmente voltaram na terra do Tio Sam e o volante comentou sobre:

“A gente que está acostumado com uma rotina intensa de treinos e jogos estranhou muito toda essa mudança, mas no momento atual o mais importante era preservar a saúde de todos. Confesso que fiquei muito animado com o retorno aos treinos no gramado e, se Deus quiser, em breve aos jogos da liga, claro que com todas as precauções que forem necessárias”.

Mas mesmo com a parada, Thiago Santos não parou com as atividades: Eu não deixei de treinar, tentei sempre manter minha rotina.
Em casa não foi fácil, ficamos limitados, mas fiz o melhor que pude nas condições que tive. Estou feliz em estar retornando aos poucos minha rotina.

Os treinos, entretanto, são apenas individuais e voluntários, ou seja, apenas quem quer, vai ao CT dos clubes. Além disso, os carros não podem ser estacionados um ao lado do outro, respeitando as regras de isolamento social. Os jogadores também tem a temperatura medida antes de ingressar no local.

As metas de Thiago Santos para essa temporada

“Não vejo a hora de voltar a jogar, com toda essa paralisação acabei fazendo apenas 2 partidas, estava praticamente em fase de adaptação. No momento eu penso em fazer um excelente campeonato pelo Dallas. Tenho como um desejo pessoal poder voltar a jogar em algum time no Brasil, mas esse não é meu foco agora, eu tenho que focar no Dallas”.

Outras equipes que voltaram aos treinos

Atlanta United, Inter Miami, Houston Dynamo, Orlando City e Sporting Kansas City também realizaram as atividades individuais. Porém, apesar de tantos times voltando, os treinos coletivos não voltam até pelo menos dia 15 de maio. Enquanto dentro das quatro linhas, até 8 de junho, podendo haver mudanças, já que o coronavírus já infectou um milhão e 200 mil pessoas nos Estados Unidos.

Foto Destaque: Divulgação/Thiago Santos

Carlos Vinícius Amorim
Carlos Vinícius Amorim, 21 anos, atualmente cursando jornalismo pelo amor ao futebol, que se iniciou lá em 2005, com apenas seis anos de idade, já imaginam qual o clube né. Sempre se informando e informando aos outros, buscando referências e fontes. Como o jornalismo manda.

Artigos Relacionados