Thiago Motta foi anunciado como novo treinador do Spezia, com contrato de três anos com o clube. Deste modo, este será o segundo trabalho do ítalo-brasileiro, de 38 anos. Assim, o ex-volante comandou o sub-19 do PSG e o Genoa, onde ficou até dezembro de 2019.  Agora, o jovem treinador terá outra chance de comandar um clube da Serie A.

O que disse Thiago Motta?

Dessa forma, em sua primeira coletiva como treinador do clube Thiago Motta disse:

“Estou muito feliz por estar aqui e orgulhoso da confiança depositada em mim pela família Platek (donos do clube), pelo diretor Pecini e por todo o clube. Mal posso esperar para começar esta nova aventura e conhecer os torcedores do Spezia, que sempre se destacaram por sua paixão. Quero transmitir minhas ideias aos meninos, entreter nossos torcedores e dar o meu melhor todos os dias, para atingir nossos objetivos”.

Dessa forma, Thiago deve ser o único treinador brasileiro nas cinco principais ligas do mundo. Porém, a seleção em que defendeu durante sua vida foi a italiana, já que se naturalizou em 2011 e, assim, defendeu as cores da Azzurri.

O Spezia terminou a sua última temporada em 15º. Assim, o treinador tem como principal objetivo evitar o decesso do clube para a segunda divisão. Dessa forma, este se torna um bom desafio para o técnico, já que em seu trabalho anterior ele ficou apenas dois meses no cargo.

Assim, Motta irá substituir Vicenzo que se transferiu para a Fiorentina, pois realizou um belo trabalho no comando do time do noroeste da Itália. Com isso, o objetivo de Thiago, ao substituir e dar continuidade ao projeto que conseguiu manter a equipe na elite italiana em sua primeira temporada, é de alto grau de dificuldade. Porém, o jovem treinador precisa se provar tendo em vista que seu primeiro trabalho foi considerado uma catástrofe.

Foto destaque: Divulgação

Alex Villlar