Após derrota por 1×0 para o Vila Nova nesta sexta-feira (08), o técnico do Remo, Felipe Conceição concedeu uma entrevista à imprensa e fez uma análise consciente sobre a partida. De acordo com o treinador, o grupo sabia das dificuldades de jogar fora de casa, justamente por conta dos goianos buscarem um ideal semelhante ao do Leão. Entretanto, reconheceu que a falha no primeiro tempo originou o gol do adversário.

“Sabíamos da dificuldade de jogar aqui, tivemos uma bobeira no início do jogo onde permitiu um contra-ataque e uma jogada que o Vila faz bastante. Acabamos deixando acontecer, tomamos o gol. A partir da expulsão, ao meu ver, começamos a dominar a partida. Antes estava uma partida perigosa dos dois lados. Chegávamos e o Vila também. Estava um jogo igual. Tentamos, finalizamos, enfim. Fizemos tudo, menos o gol. Sair atrás do placar, no campo do adversário, um adversário forte, que está buscando o objetivo que nós estamos próximos dele também. Faltou essa atenção no início do jogo e temos que acordar para isso”.

Dessa forma, Felipe Conceição lamentou muito a desatenção do elenco Azulino e o fato de mesmo estar com um jogador a mais que os mandantes, pressionar e controlar bem o jogo não conseguir o empate.

“Nos portamos bem, conseguimos controlar o adversário com um a mais. Lembro do jogo contra o Operário dois meses atrás, onde tivemos um jogador a mais e não conseguimos criar essa quantidade de gols. Ou seja, demonstra uma evolução. Nós fomos agressivos o suficiente, buscamos o empate, empurramos o adversário para trás e a bola não entrou. O que me entristece mais, o que me chateia mais é a desatenção no início do jogo, porque deu a vantagem para o adversário.”

 

Foto: Samara Miranda/ASCOM Remo

Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Deixe um comentário