O Remo recebeu o Londrina cheio de expectativas e metas a alcançar, no entanto, os visitantes acabaram com os planos Azulinos, já que venceram por 1 x 0. Contudo, sem a presença de Felipe Conceição, o substituto e auxiliar técnico João Nasser, o Netão, concedeu uma entrevista após o apito final da 33ª rodada.

Questionado se o fator mando de campo com presença da torcida atrapalha, Netão foi sincero e pontuou que existem duas possibilidades, a de ajudar ou não ajudar o time. Entretanto, ressaltou que não  acredita na segunda hipótese.

A questão desse ambiente da torcida, passamos um ano e meio sem. Jogamos fora com torcida também, sabemos que o ambiente pode ser favorável ou não, de acordo com a nossa decisão no jogo. Não acredito que esteja atrapalhando”.

O auxiliar técnico que foi responsável por comandar o Leão avaliou o desempenho do time na partida. De acordo com Netão, o time só mostrou postura aos 10′ do primeiro tempo e pontuou que o gol foi em uma falha, mas espera que o acontecimento sirva de lição.

Acho que começamos mal o jogo e melhoramos a partir dos dez minutos. Acabamos, com uma falha, levando o gol. Essas coisas mudaram um pouquinho, mas ainda conseguimos ter alguma chance no final do primeiro tempo e no intervalo tentamos corrigir. Temos que aprender a cada jogo o que ocorreu, servir como lição e procurar trabalhar. Temos cinco jogos finais, vamos procurar o resultado e apagar o que passou de ruim nesse jogo, no qual não conseguimos ter o rendimento satisfatório”.

Foto: Samara Miranda/ASCOM Remo

 

Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.