Talleres x Huracán como aconteceu - resultado, destaques e reação

A princípio, a disputa entre Talleres x Huracán ocorreu neste domingo (2), no Estádio Mario Alberto Kempes. Assim, o embate da 12ª rodada do Campeonato Argentino finalizou em um empate de 1 x 1. Desse modo, Mateo Rategui Esteban Rolón foram os autores dos gols.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS TALLERES X HURACÁN

1º TEMPO: COM JOGO MORNO, PRIMEIRA ETAPA TERMINA EM 1 x 0

A primeira etapa começou sem muita emoção. Ainda assim, o Talleres esteve com maior posse de bola e, dessa forma, foi o responsável por abrir o placar. Mateo Retegui estava atento no rebote e não deixou que Meza defendesse. Após isso, a disputa voltou a ficar mais calma e muitas faltas foram marcadas. Perto do final, Franco Cristaldo teve a chance de empatar, mas foi marcado um impedimento. José Mauri também conseguiu uma oportunidade de aumentar a vantagem, mas o placar ficou em 1 x 0.

2º TEMPO: CHANCES PERDIDAS E EMPATE

Semelhantemente, a segunda etapa foi de muitos erros de passes e chutes. As equipes pareciam ansiosas e nervosas para conseguir o resultado desejado e não acertavam o gol adversário. O mandante conseguiu lances como o de Rafael Pérez, que cabeceou próximo à trave. Assim como o visitante teve chances parecidas com a de Lucas Merollaque teve o chute defendido.

Contudo, o empate só veio aos 26′, quando Norberto Briasco tocou para Esteban Rolón que deixou o placar em 1 x 1. O Albiazul tentou voltar a ficar na frente novamente, mas o juiz deu o apito final e a disputa se encerrou em um empate. Por fim, o Talleres ficou com 52% da posse de bola, e o Huracán 48%.

TALLERES X HURACÁN – E AGORA?

Por fim, após o resultado, o Talleres está com 20 pontos ocupando o 3º lugar da tabela do Grupo B. Ao passo que, o Albiazul enfrenta o Bragantino pela Copa Sul-Americana. Em contrapartida, o Huracán está na 9ª posição, com 13 pontos. A saber, o Globo disputa a última rodada do campeonato contra o Independiente. 

Foto Destaque: Divulgação/Talleres

Avatar
Joana Lacerda
Fazendo uma junção das coisas que eu mais amo: esportes, jornalismo e escrita; cheguei a conclusão de que era o jornalismo esportivo que eu queria para a minha vida. Me resumo como uma baiana estudando na capital do Brasil com o objetivo de alcançar o que tanto desejo, que é trabalhar nessa área do esporte e me capacitar cada vez mais!

Deixe uma resposta