Parabéns, Coringa! Gerson completa 23 anos de vida

- Homenageado pelo Futebol na Veia, o meio-campista completa mais um ano nessa quarta-feira (20)

Gerson

Gerson Santos da Silva, mais conhecido como Coringa, é um meio-campista que joga atualmente pelo Flamengo. Antes de mais nada, sempre fora um apaixonado pelo esporte. Dessa forma, começou cedo nas escolinhas de futebol, a fim de realizar o sonho de se tornar um grande jogador. E conseguiu! Por esse

Felipe, o próximo zagueiro, completa 30 anos

- O jogador que terá a missão de ser o zagueiro da seleção Brasileira pelos próximos anos

Felipe, o próximo zagueiro, completa 30 anos

Hoje (16), a Coluna Parabéns ao craque homenageia o zagueiro Felipe Augusto, que completa 30 anos. Atualmente,  o atleta vive grande fase na Europa, mas já passou por momentos ruins no futebol. Felipe é um exemplo de superação, porque no começo da sua trajetória no Corinthians foi muito criticado, muitos

Henderson: a superação do capitão do Liverpool

- Depois de começo turbulento e tratamento de câncer do pai, Henderson deu a volta por cima

Jordan Henderson hoje é capitão e peça fundamental para o time de Jürgen Klopp. O atual campeão da Champions League e do mundo é incontestável atualmente, mas nem sempre foi assim. O jogador teve que passar por um longo processo no Liverpool e ainda ser forte para ajudar o pai na

Adílio, ídolo do Flamengo, completa mais um ano de vida

- Comemorando mais um ano de glória, o craque rubro negro é homenageado pelo Futebol Na Veia

Adílio

Hoje, a coluna Parabéns ao Craque parabeniza Adílio, ícone do Flamengo. Acima de tudo, o ex-jogador ficou na memória dos torcedores por ter sido um meia-direita habilidoso, criativo, que detinha lançamentos precisos e um poder inigualável de acertar passes que podiam mudar toda a jogada. Ao mesmo passo, ajudou a formar

Persistência levou Cafu à carreira vitoriosa

Persistência sempre foi o lema de Marcos Evangelista de Morais, 47 anos de idade, que apelidaram de Cafu porque enxergaram semelhança na correria dele com Cafuringa, ponteiro-direito ídolo de Atlético Mineiro e Fluminense. Persistência porque poucos teriam ousadia de participar de nove treinos-peneiras, reprovação em oito e aceito apenas na última