Colibríes durou apenas seis meses no México

- Time acarretou problemas financeiros no Clausura Mexicano de 2003

A Coluna Papo Azteca dessa semana vem contar uma das histórias mais curiosas do futebol mexicano no século XXI. Seis Meses. Esse foi o tempo de duração do Colibríes. Já imaginou fazer isso no futebol profissional e não no jogo virtual ‘Football Manager’, que podemos abandonar a hora que quisermos. Entretanto,

Alemanha x México: o dia em que os mexicanos jogaram pimenta no chopp alemão

- Intenso, “Profe” Osório derrubou o gelado Joachim Löw

Fallback Image

Dois continentes diferentes, povos distintos e seleções com ideias de jogo opostas. Esse era o cenário de Alemanha e México na Copa do Mundo de 2018. O estádio Luzhniki, em Moscou, foi palco da primeira surpresa do evento na Rússia e também do primeiro passo para a eliminação alemã ainda

América bate Mazatlán e sobe na tabela da Liga MX

- Americanistas tem dificuldades no primeiro tempo, mas deslancham no segundo e ainda contaram com uma ajuda do adversário

América

Na noite desta quarta-feira (2), foi aberta a 8ª rodada da Liga MX Guard1anes 2020. Dessa forma, no Estádio Azteca, o América derrotou o Mazatlán por 3 x 1. Por consequência, Las Aguillas ascenderam para o 2º lugar. Enquanto isso, o Golfinho segue na parte de baixo da tabela.1º TEMPO Querendo

Futebol mexicano: América lidera e Dinenno artilheiro; Rafa Márquez treinador

- Liga Guarda1nes tem o argentino com quatro gols em dois jogos

O futebol mexicano finalizou suas duas primeiras rodadas e o América lidera. Claro, na companhia do Pumas, mas na frente por desempate, ambos tendo o 100% de aproveitamento nos seis pontos disputados no Apertura 2020. Ao contrário da liderança coletiva, no ramo dos gols, só há um na primeira colocação. O

Do Paraguai ao México: os 40 anos de Cabañas

- Ídolo tanto no América quanto no Jaguares Chiapas; tragédia interrompeu carreira

A coluna Parabéns ao Craque desta quarta-feira (5) é dedicada a Salvador Cabañas Ortega. O atacante paraguaio, que encerrou a carreira precocemente, completa 40 anos com muitas glórias conquistadas do Paraguai ao México, país que o acolheu em 2006. Em Assunção, capital paraguaia, foram seus primeiros passos no futebol profissional.PARAGUAIO PRODÍGIO A carreira profissional

Estádio Azteca: a história do maior palco do futebol mexicano

- Palco do Tricampeonato do Brasil em 1970 e ainda assim é o estádio que mais sediu jogos de Mundias

Azteca

A coluna Papo Azteca dessa semana vem contar sobre um mito das Copas: o renomado Estádio Azteca. Sendo o maior estádio do México, ele é conhecido por ter sido o palco da vitória do Brasil no Mundial de 1970, além da conquista da Argentina na Copa de 1986. Além disso,

México: a saga na Copa das Confederações de 1999

- Na última grande competição do milênio passado, uma grande geração mexicana se consagrou

México 1999

Inicialmente batizada de Copa Rei Fahd, a Copa das Confederações era sediada na Arábia Saudita, e em suas duas primeiras edições (1992 e 1995), foi organizada pela federação do país sede. Contudo, em sua terceira edição (1997), a FIFA passou a comandar a competição. Em 1999, já sob o nome

Salvador Cabañas: herói dos Mexicanos, carrasco dos Brasileiros

- Conheça a história do paraguaio que virou ídolo no América do México e que traumatizou Santistas e Flamenguistas

Cabañas: heroi mexicano e carrasco dos brasileiros

A coluna Papo Azteca dessa semana traz a história de Salvador Cabañas Ortega. Paraguaio, nascido em Assunção em 5 de Agosto de 1980, Cabañas ficou no coração dos Mexicanos e virou carrasco dos Brasileiros. Sua carreira iniciou em 1998, no 12 de Octubre. Logo depois, o jogador se transferiu para

Monterrey é mais uma vez campeão em 2019

- Monterrey vence o América nos pênaltis e é campeão do Apertura da Liga MX

Monterrey e América decidiram a final do Apertura 2019, na noite desse domingo (29), no Estádio Azteca. No tempo normal o placar foi de 2 x 1 para os americanistas, todavia, esse placar não foi suficiente para a conquista do título. Afinal, o resultado repetiu o do primeiro jogo, quando no Estádio

Minas Icesp vence Ponte Preta, mas permanece na zona de rebaixamento

- Fase ruim para os dois times, Ponte Preta acumula a sua 7ª derrota em 10 rodadas de Brasileirão

Nesta quarta-feira (10), o Minas Icesp, venceu, em casa, no Estádio Abadião, o time da Ponte Preta por 1 x 0. Gol marcado ainda no 1º tempo pela Camila Pini, camisa 10 do clube. Mesmo garantindo a terceira vitória na primeira fase do Campeonato Brasileiro Feminino, a equipe brasiliense se