Maradona: uma lenda que revolucionou Nápoles

Maradona comemora um de seus gols pelo Napoli

No início da tarde desta quarta-feira (25), o mundo do futebol ficou em luto. Diego Armando Maradona, ‘El Díos’, nos deixou em decorrência de uma parada cardíaca. Um ídolo mundial, um dos maiores jogadores de todos os tempos, uma verdadeira lenda que ficará marcada na eternidade. Neste texto da Calciostória,

Diego Maradona foi o maior Argentino de todos os tempos

O craque Diego Maradona era muito polêmico fora das quatro linhas, mas dentro delas era um fenômeno. Sem sombra de dúvidas, foi um dos grandes jogadores que o futebol já teve. O baixinho era muito técnico, tinha um arranque invejável e era um camisa 10 clássico. Atualmente, atletas com seu

Maradona, por Kusturica: um retrato mortal de um Deus

Em documentário, Kusturica traça perfil humano de Diego Maradona (Foto: Divulgação / Pentagrama Films)

Maradona... para muitos, "él más grande" que já existiu, o autor do gol do século e quase uma divindade na Argentina, especialmente em Buenos Aires. Assim, se conhecemos o gênio Maradona, ainda pouco nos aprofundamos no Diego Armando Maradona e sua vida fora dos campos. Logo, no documentário Maradona, por

Maradona: 60 anos do maior ídolo argentino

A coluna Parabéns ao Craque desta sexta-feira (30) homenageia o maior jogador que o futebol argentino já produziu: Maradona. Assim, Dieguito, através de sua habilidosa canhota, marcou época no Boca Juniors, time que o projetou e onde encerrou a carreira, e no italiano Napoli, antes um clube mediano e que se tornou grande através de sua

Maradona nunca jogou a Libertadores, mas seus irmãos sim

Maradona em uma partida com seus irmãos

O torneio mais importante da América do Sul é a Libertadores. A Argentina é o país mais vitorioso na competição, mas nunca teve Diego Maradona disputando nenhuma partida. Assim, a coluna Catimbando trás a história dos irmãos do craque argentino que jogaram o campeonato e ele não. Deste modo, foi

Times históricos do Calcio: Napoli e a “magica” gli azzurri

Napoli

Nos anos 80 e 90 a Itália era referencia no quesito grandes times de futebol. Enquanto esquadrões como a Juventus de Michel Platini e Paolo Rossi, e o Milan do trio holandês Marco van Bastes, Ruud Gullit e Frank Rijakaard se alternavam no protagonismo italiano e europeu, um time emergia