Taffarel tem futuro incerto após derrota do Newell's no Argentino

O ano começou mal e está a caminho de terminar da mesma forma. O Newell's teve a possibilidade de emendar a terceira vitória consecutiva, algo que não havia conquistado em toda a temporada, contra o pior time do torneio. Mas o time falhou. O 3 x 1 diante do Arsenal em Sarandí, foi um baque imenso para a própria equipe e para seu treinador, Adrián Taffarel, que almeja continuar no time leproso em 2022.

Entretanto, depois do que aconteceu ontem, as chances de continuar foram reduzidas. Aliás, isso mostra como é estreita a margem para se mostrar que pode estar no cargo. Não há dúvida de que ele perdeu muito terreno na corrida pela posição de treinador depois do que aconteceu ontem (21).

A entrevista pós-jogo, mostrou um Taffarel preocupado. Ele não deu maior importância ao fato de que a queda contra o Arsenal condiciona seu futuro. Ele focou no desempenho da equipe e na impossibilidade de obter um bom resultado, apontando os erros cometidos na defesa.

Em contrapartida, as vitórias contra o Independiente e o Unión foram um estímulo para uma equipe prejudicada pelo fraco desempenho ao longo da temporada. Desse modo, deram a Taffarel chances de pensar em deixar de ser o técnico interino e permanecer na posição de vez.

Além de Taffarel, o conselho de administração da Newell's também está enfrentando um grande desafio sobre o que fazer a seguir. As conversas com os treinadores já começaram, e nomes como Javier Sanguinetti, Pablo Lavallén e alguns outros, começam a exigir uma definição. Ou pelo menos chegue mais perto dela. A queda de Sarandí acelerou os prazos. O próximo jogo contra o Córdoba, será o grande trunfo para diretoria e treinador, para seus futuros, cada um no seu posto. A resposta virá na próxima quarta-feira (24).

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Deixe um comentário