Taça Império

Olá amigos e amigas do Brasil. Neste O Gajo Conta vou falar sobre a Supertaça Cândido de Oliveira, que é um evento que se tornou tradição no futebol português. No entanto, você sabia que antes da Supertaça houve um torneio nos anos 1940 chamado Taça Império que durou apenas uma temporada, se tornou a precursora da competição que inicia os trabalhos na Terrinha e virou objeto de polêmica entre Sporting e Federação Portuguesa de Futebol (FPF)?

TAÇA IMPÉRIO

Durante a gestão do então presidente português Oliveira Salazar (1933-1968) foi construído o Estádio Nacional, situado no Jamor, na capital Lisboa. A inauguração aconteceu em 10 de junho de 1944 em clima de festa e com teor notadamente político.

Os rivais Sporting, campeão da liga, e o Benfica, vencedor da Taça, foram os convidados para realizar a partida de abertura do novo estádio. Então, os clubes lisboetas disputaram dois troféus: a Taça Império, oferecida pela FPF, e a Taça Estádio, concedida pelo governo para celebrar a ocasião. Não existem muitos registros sobre esse mimo do regime salazarista para a equipe que vencesse o clássico.

Assim, os Leões venceram a partida inaugural por 3 x 2, na prorrogação e levou as duas taças em disputa para o José Alvalade. Coube a Peyroteo, um dos maiores ídolos do clube verde e branco, marcar o primeiro gol do Estádio Nacional.

Os dirigentes desejavam que a Taça Império fosse disputada todos os anos para marcar o encontro entre os campeões de cada época. Porém, na temporada seguinte, o torneio acabou cancelado por falta de interesse dos clubes.

SUPERTAÇA

Um novo encontro entre os campeões da temporada do futebol lusitano só aconteceu 35 anos depois, mais precisamente em 1978/79, já com o nome de Supertaça e de forma não oficial. O Boavista, vencedor da Taça de Portugal, bateu o rival Porto, campeão português, em jogo único, por 2 x 1.

A seguir, no ano seguinte, Sporting e Benfica se enfrentaram num dejavú de 1944. No entanto, este foi o último torneio sem a chancela da FPF e o primeiro disputado em dois jogos. Os Encarnados venceram no placar agregado de 4 x 3 (2 x 1 e 2 x 2)

Como a competição se revelou um sucesso entre clubes e torcedores, a federação decidiu tomar para si a organização do evento. Assim, a Supertaça começou a ser realizada de forma oficial no sistema de ida e volta. Então, a disputa passou a se chamar Supertaça Cândido de Oliveira, em homenagem àquele que foi considerado o primeiro mestre do futebol português. Ele teve passagem como jogador pelo Benfica, foi o primeiro capitão da história da Seleção nos anos 1920, treinou os “Cinco Violinos” do Sporting na década de 1940 e fundador do jornal A Bola.

Posteriormente os clubes voltaram a demonstrar desinteresse e, além disso, o calendário ficou apertado e houve a necessidade de reduzir os jogos por temporada. A solução encontrada pela FPF em 2001 para não acabar com a Supertaça foi realizar a competição em jogo único e em campo neutro.

POLÊMICA

Quando o Sporting venceu a Taça da Liga em 2008, o então dirigente Bruno de Carvalho reivindicou através do Facebook o fato de ser o único clube português a conquistar todos os títulos nacionais atribuídos ou reconhecidos pela FPF, em algum momento da sua história.

Os Leões entendem que a Taça Império foi a primeira edição da Supertaça e oficializaram pedido na federação para reconhecer esta condição. Assim, o time de Alvalade teria nove conquistas. Atualmente, o órgão máximo do futebol em Portugal segue negando o reconhecimento do leonino.

Foto destaque: Divulgação/Wiki Sporting

Maycon Santos
Sou jornalista formado pela UERJ desde 2015, com passagem pelos sites FutNet e Fanáticos por Futebol e pelas rádios UERJ, Band News FM, Grande Rio, Botafogo Oficial, Fluminense AM e Antena Esportiva. Sempre quis acompanhar eventos esportivos de perto, principalmente futebol. O jornalismo me proporcionou esta oportunidade.

Artigos Relacionados