Surpresa? Messi vence o prêmio pela 5ª vez e confirma a lógica. Neymar é 3º

Desempenhos individuais, coletivos, recordes, conquistas? Qual será o principal argumento para eleger o melhor do mundo? Para Lionel Messi, nada disso é problema. Sendo o grande líder do grande time do mundo, o argentino fez a escolha ser facilmente direcionada a ele.

Lionel Messi disparou na ponta dos melhores do mundo. Com 5 títulos, o argentino fica com 2 títulos na frente de Zidane, Ronaldo e Cristiano Ronaldo, e com apenas 28 anos, espera estar bem para disputar, pelo menos meia-década, a bola de ouro.

Sendo o craque da temporada perfeita do Barça, Messi ajudou o time catalão a faturar o Espanhol, a Copa do Rei, a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes. Pelas conquistas, Messi, com toda certeza, foi melhor que qualquer outro, pois além de conquistá-las, exerceu o papel de dono do time, mas sempre contando muito com a ajuda de seus companheiros de ataque.

Individualmente, Messi também teve ótimos números. O argentino encerrou a temporada 2014-15 com a impressionante marca de 58 gols em 57 partidas, sendo 43 pelo Espanhol, 10 pela Liga dos Campeões (foi o artilheiro ao lado de Neymar e Cristiano Ronaldo) e 5 na Copa do Rei.

Apesar de ter ficado 2 meses fora, por conta de uma lesão, e ter perdido a Copa América na final para o Chile, Lionel Messi teve muito mais pontos positivos do que negativos. Os números individuais, junto com os coletivos, os títulos conquistados e a retomada de um futebol bastante vistoso fez Messi ser eleito o melhor do mundo com 41,3% dos votos. Cristiano Ronaldo ficou com 27,75% e Neymar com 7,8%, o restante dos votos foram para outros jogadores fora do pódio de gala.

Por parte dos brasileiros, apesar de Neymar não ter vencido o prêmio, ficando em terceiro, já foi bastante satisfatório ver um brasileiro disputando entre os 3 melhores do mundo, o que não acontecia desde 2007 com Kaká, que também teve participação especial nessa edição entregando a bola de ouro para Messi. Além de tudo, Wendell Lira trouxe, mais uma vez, o prêmio Puskas para o Brasil.

Quem sabe daqui uns anos, Neymar possa conquistar a honraria de ser melhor do mundo. Por enquanto é difícil, porque ao lembrarmos do Barcelona, falamos sobre o Barcelona de Messi. Futuramente, Neymar se tornará o sucessor e poderemos comentar sobre o Barcelona de Neymar, assim como anos atrás falávamos sobre o Barcelona de Ronaldinho. Por enquanto, já é uma grande conquista disputar com os craques Messi e Cristiano, que estão no seu auge fisicamente e psicologicamente.

Avatar

Sobre Paulo Arthur

Paulo Arthur já escreveu 18 posts nesse site..

Paulo Arthur Corrêa é louco por futebol e está toda semana no estádio para acompanhar de perto o esporte mais famoso do mundo. Tem 19 anos e mora no Rio de Janeiro. É colunista do Futebol na Veia, participante do programa Na Cara do Gol da Rádio Estácio-TJ e apaixonado pelo que faz. Em 2015 começou a cursar Jornalismo, iniciando o caminho para alcançar seu sonho de infância, que é trabalhar com esporte e transmitir valores e ideias para o público em geral.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Paulo Arthur
Paulo Arthur Corrêa é louco por futebol e está toda semana no estádio para acompanhar de perto o esporte mais famoso do mundo. Tem 19 anos e mora no Rio de Janeiro. É colunista do Futebol na Veia, participante do programa Na Cara do Gol da Rádio Estácio-TJ e apaixonado pelo que faz. Em 2015 começou a cursar Jornalismo, iniciando o caminho para alcançar seu sonho de infância, que é trabalhar com esporte e transmitir valores e ideias para o público em geral.

    Artigos Relacionados

    Topo