Suárez e Piqué

O serviço de streaming Netflix disponibilizou uma série sobre os bastidores de um dos maiores clubes europeus. O ‘Matchday: FC Barcelona’ conta com diversos jogadores dando declarações. Assim, além de contar um episódio marcante, Luís Suárez falou sobre um colega de equipe: Gerard Piqué. O uruguaio conversou sobre o estilo de jogo do zagueiro do Barcelona.

VEJA MAIS:

Liga da França faz empréstimo de R$ 1,3 bi para ajudar times durante crise

Paris Saint-Germain tem interesse na contratação de Pjanic e De Sciglio, da Juventus

Em série da Netflix, Luis Suárez lembra quando ‘invandiu' o Camp Nou na adolescência

Para o uruguaio, Gerard Piqué sempre joga “limpo demais”. Assim, Luís Suárez conta que o mesmo poderia ser mais “agressivo em campo”. Além disso, o uruguaio conta sobre alguns conselhos que dá ao seu colega de equipe, afirmando que já conversou com o zagueiro sobre a importância de ser mais intimidador.

“Ele é gigante, grande, mas nunca bate em ninguém. Eu digo: ‘Geri, você tem que bater. Tem que machucar alguém'. Ele nunca machuca ninguém. Eu digo a ele: ‘Geri, quando um zagueiro se aproxima gritando, com um corpo grande como o seu, agitando os braços ou algo assim, eu me afasto”, revelou.

https://twitter.com/alexcavalcante_/status/1256396640581271563

Assim também, Suárez revela um sonho envolvendo o seu colega de equipe: jogar contra Piqué. Por fim, o uruguaio conta que revela que o zagueiro é muito respeitado por todos os atacantes. O motivo seria a lealdade que possui dentro e fora dos gramados.

“Eu gostaria de jogar contra ele, pois ele é bom, não machuca os atacantes. Todos os atacantes o respeitam. Embora eu sempre diga a ele que é pouco agressivo para ser zagueiro”, concluiu Luís Suárez.

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados