Sport se defende bem e arranca empate heroico contra Atlético-MG no Mineirão

- Galo de Sampaoli amassou o Leão por quase todo o jogo, mas esbarrou em grande noite do goleiro Luan Polli
Sport segura Atlético-MG e empata sem gols no Mineirão (Foto: Reprodução / Agência i7 / Mineirão)

Neste sábado (24), Atlético-MG e Sport entraram em campo em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Assim, no Mineirão, o Galo dominou, pressionou, finalizou mais de 20 vezes, mas parou nas grandes defesas de Luan Polli. Logo, jogando na base dos contra-ataques, mas sem velocidade na frente, o Leão soube se defender. Dessa forma, o empate em 0 x 0 foi positivo para o Rubro-Negro, enquanto que o Alvinegro mineiro descolou dos líderes Internacional e Flamengo.

1º TEMPO

A primeira etapa foi de amplo domínio do Atlético-MG. Assim, desde o início com intensidade, posse de bola e volume de jogo, o Galo realizou um ataque contra defesa em boa parte da jornada. Enquanto que o Sport com quase oito jogadores dentro da área, se fechava e conseguia barrar as investidas dos mandantes. Logo, a primeira grande chance veio aos 19′, apenas, em chute de Keno que Luan Polli defendeu. Em seguida, novamente Keno tentou encobrir o goleiro do Leão que se recuperou a tempo e evitou o gol.

Assim, com muitas dificuldades para infiltrar jogadas e quebrar as duas linhas defensivas do Sport, o Atlético-MG só conseguiu levar real perigo na reta final. Enquanto que o Leão, mesmo em sua proposta de jogar no contra-ataque, não conseguia acelerar as investidas. Logo, aos 41′, Savarino fez o chute direto e parou em boa defesa de Luan Polli. Em seguida,  Jair fez o passe para Keno e ele chutou para mais uma grande defesa do goleiro do Rubro-Negro. Já nos acréscimos, Keno ficou de cara pro gol, mas bateu em cima do arqueiro visitante.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, o panorama da etapa inicial se repetiu e o Atlético-MG seguiu no abafa fazendo o ataque contra defesa. Enquanto que o Sport seguia na proposta altamente defensiva e isolava Thiago Neves na altura do meio campo. Assim, aos 12′, com velocidade pelo meio, no bate e rebate, Franco finalizou e Luan Polli defendeu a queima roupa com os pés. Na sequência, novo chute do Galo, agora com Keno pela direita, e Polli defendeu de novo.

Em seguida, Sasha recebeu o cruzamento na área, fez o cabeceio certeiro e acertou a trave do Sport, Luan Polli ainda saltou de novo para defender. Assim, a pressão seguiu com Zaracho chutando da intermediário, mas o goleiro do Leão caiu para defender firme. Já na reta final, o Atlético-MG chegou a balançar as redes com Marrony, mas o árbitro anulou ao marcar toque de mão de Nathan no lance. No entanto, aos poucos, o Rubro-negro foi ganhando terreno através do nervosismo dos mandantes, mas se limitava a chutar em bolas paradas. Logo, sem ter efetividade na frente, a partida terminou empatada.

ATLÉTICO-MG x SPORT – E AGORA?

Dessa forma, com o resultado, o Atlético-MG chega a 32 pontos, mas segue na 3ª colocação. Já o Sport some 21 pontos e se mantém na 11ª posição. Agora, na próxima rodada, o Leão recebe o Athletico-PR, no domingo (1/11), às 16h (horário de Brasília). Enquanto que o Galo visita o Palmeiras, na segunda-feira (2/11), às 177h (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS – ATLÉTICO-MG x SPORT

Foto Destaque: Reprodução / Agência i7 / Mineirão

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo