Everton Felipe pode retornar ao Sport

De volta à elite do futebol nacional, os torcedores do Sport podem ver uma figura já conhecida retornando ao clube. Se trata de Everton Felipe. O jogador está sendo sondado pelo time do técnico Guto Ferreira. O próprio atleta já afirmou que recebeu sondagens da equipe da Ilha do Retiro. Um dos impasses para o retorno é questões salariais.

A diretoria rubro-negra sabe que a negociação é complexa. Everton Felipe recebe um valor acima do teto do Leão. Sendo assim, a situação fica complicada. Atualmente, o jogador recebe R$ 200 mil do São Paulo. Em contrapartida, o time de Recife só pode pagar algo em torno dos R$ 150 mil. O contrato do atleta com o Tricolor Paulista é até 2022. O Sport ainda possui 10% dos direitos do meia.

Em entrevista ao Superesportes, o presidente do clube, Milton Bivar, falou sobre o repatriamento de Everton Felipe. O mesmo afirmou que realmente se interessam em trazer o jogador para a próxima temporada e que já conversou com o São Paulo. “Se abriu essa possibilidade e estamos avaliando. O São Paulo não se pronunciou ainda. Mas é uma operação complexa. Porque existem outras propostas até de time de fora do País e o momento do mercado está muito aquecido. Além disso é um jogador com salário alto. Mas estamos estudando essa possibilidade sim”, disse Milton Bivar.

EM CASA

Everton Felipe foi revelado pelo Sport, possuindo uma grande ligação com o time. Além de atuar pela equipe, deu diversas declarações, afirmando torcer pelo Leão. Porém, o que deve ajudar ao retorno é a sequência de jogos, já que o atleta diz sentir falta disso. Desde que deixou a Ilha do Retiro, Everton entrou em campo em apenas 24 oportunidades – 19 pelo São Paulo e outra cinco pelo Athletico-PR (time para qual foi emprestado em agosto) -. Enquanto isso, pelo Sport marcou oito gols em 24 partidas, garantindo o título do Campeonato Pernambucano de 2017.

Foto destaque: Reprodução/Peu Ricardo/DP Foto

Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados