Sport anuncia contratação do treinador Gustavo Florentín (Foto: Divulgação/The Strongest)

Após alguns dias de espera, o Sport anunciou, na noite desta quinta-feira (26), a contratação do novo técnico para o restante da temporada. Sendo assim, sob efeito Vojvoda, o Leão apostou no paraguaio Gustavo Florentín, que estava no The Strongest, mas teve passagens de destaque por Cerro Porteño e Guarani-PAR.

Contudo, antes de acertar a vinda de um técnico estrangeiro, a diretoria do Sport conversou com vários nomes, entre eles Hélio dos Anjos, Dado Cavalcanti, Tiago Nunes e Roger Machado. Todavia, sem uma opção que se encaixasse no trinômio da urgência, perfil ofensivo e baixo custo, optou por explorar o mercado sul-americano. Portanto, Gustavo Florentín, de 43 anos, chega para seu primeiro trabalho no Brasil.

Em seu site oficial, o Sport deu as boas vindas ao novo técnico. Além disso, confirmou que o perfil é condizente de um treinador que venha para qualificar o ataque, que marcou apenas oito gols em 17 jogos:

Além do modelo de jogo ser condizente ao perfil buscado, o técnico levou vantagem devido à  adaptabilidade. Mesmo jovem, já viveu realidades diferentes. Treinando clubes importantes do Paraguai e (com) boas campanhas no Huachipato, força emergente do futebol chileno e no The Strongest, maior clube do futebol boliviano. (…) Ex-jogador, Gustavo Florentín tem por característica uma identidade que combina com o DNA rubro-negro. (Além disso) conhecido por ser um técnico de perfil vibrante e que trabalha metodologicamente um estilo de jogo intenso e aguerrido.

SPORT: QUEM É GUSTAVO FLORENTÍN?

A bem da verdade, Gustavo Florentín é um técnico emergente do futebol sul-americano. Após se aposentar como jogador, quando atuou como zagueiro, o novo treinador iniciou a carreira, em 2015, no Huachipato, do Chile. Assim, atuou pelo Cerro Porteño, Deportivo Capiatá, Sportivo Luqueño e Guarani-PAR, até retornar ao clube chileno. Recentemente, esteve no Sol de América, do Paraguai, e no The Strongest.

A saber, em seis anos de carreira, Gustavo Florentín teve três bons trabalhos. Sendo assim, logo em seu segundo trabalho, a frente do Cerro Porteño, levou o clube paraguaio as semifinais da Sul-Americana, em 2016, perdendo a vaga na final para o Atlético Nacional. Em seguida, foi campeão da Copa do Paraguai, em 2018, comandando o Guarani-PAR. Enquanto que em seu último clube antes do Sport estava liderando o Boliviano, pelo The Strongest, mas a queda na lanterna de seu grupo na Libertadores pesou na demissão.

Sendo assim, o técnico chega ao Sport com a missão de evitar a queda em meio a uma crise financeira e técnica. Além disso, deve buscar resgatar referências técnicas do elenco que estão com baixo rendimento, como Thiago Neves e André. Por fim, na 18ª colocação, com 15 pontos, o Leão entra em campo no próximo sábado (28), às 17h (horário de Brasília), contra a lanterna Chapecoense. No entanto, Florentín não estará à beira do campo, embora a tendência é que acompanhe in loco.

Foto destaque: Divulgação/The Strongest

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."