Son Heung-min

Nesta quarta-feira (8), a Coluna Parabéns ao Craque homenageia a estrela sul-coreana, Son Heung-min. Dessa forma, o atleta completa 28 anos hoje, com uma história emocionante e que parece de filme. Portanto, ele já é considerado um dos maiores jogadores de futebol da Ásia. A eficiência de Son no ataque já o rendeu marcas impressionantes por onde passou, como no Bayer Leverkusen e no Tottenham. Além disso, já conquistou o ouro nos Jogos Asiáticos, que o livrou de 21 meses de serviço militar.

DEDICAÇÃO DE UM COREANO

Desde criança, Son Heung-min sempre esteve conectado ao mundo dos esportes. Portanto, seu pai, Son Woong-jung, foi jogador profissional de futebol e atuou como atacante na Coreia do Sul. Dessa maneira, o progenitor foi o primeiro a passar os conhecimentos sobre o esporte e a ensiná-lo a ter comprometimento com tal atividade. Com a supervisão de seu pai, o atleta chegava a treinar seis horas por dia enquanto tinha apenas 14 anos. Logo, a dedicação de Son ao futebol sempre chamou a atenção e ele já falou sobre isso em várias entrevistas.

Eu quero ter certeza de que, enquanto eu jogar no mais alto nível, o futebol será prioridade. Você não sabe quanto tempo pode jogar num nível alto. Quando você se aposentar, ou quando tiver 33 ou 34 anos, você ainda poderá ter uma vida longa com sua família.”

https://twitter.com/SpursOfficial/status/1040714345708171267

IDA PRECOCE À ALEMANHA

Com apenas 16 anos, Son Heung-min foi para a Alemanha e começou a carreira no Hamburger SV. Logo em 2010, assinou contrato profissional com o time e ficou lá por três anos bem produtivos. Portanto, ele chamou a atenção de outro clube alemão, o Bayer Leverkusen. Foi uma das maiores contratações da equipe e foi onde estourou para o mundo com 30 gols em 87 jogos. Dessa forma, é o segundo maior goleador asiático da Bundesliga.

AUGE DA CARREIRA NA TERRA DA RAINHA

Em 2015, Son decidiu ir para a Inglaterra e foi o jogador asiático mais caro da história, por 30 milhões de euros. Sendo assim, tinha uma grande expectativa sobre o atleta e ele demonstrou todo potencial em campo. Ajudou o Tottenham a ter um dos melhores ataques em anos, com Harry Kane e Dele Alli. Além disso, o clube chegou a final da Champions League em 2019 e teve ótimas performances na Premier League.

https://twitter.com/hm_sin7/status/1126243371238940672

A HISTÓRIA DE SON DARIA UM ÓTIMO FILME?

Com a ida precoce à Alemanha, Son Heung-min não exerceu o serviço militar, que é obrigatório na Coreia do Sul cedo. Por isso, só existiam duas maneiras de se ver livre do exército: ir com a seleção do país para as oitavas de final de uma Copa do Mundo ou ganhar os Jogos Asiáticos. Portanto, em 2018, mesmo tendo ganhado da Alemanha em um jogo histórico com gol de Son, a seleção não conseguiu avançar para as oitavas.

Toda a equipe sul-coreana e os admiradores de futebol ficaram comovidos com a situação de Son, que só teria mais uma chance para não ter que ficar parado por 21 meses. Dessa forma, a Coreia do Sul foi com tudo nos Jogos Asiáticos e enfrentou o Japão na final. Em uma partida emocionante, a Seleção Coreana venceu por 2 x 1 com duas assistências de Son Heung-min. Entretanto, o atleta ainda serviu no exército durante a pandemia do novo Coronavírus, por alguns meses, e poderá continuar seu sonho no futebol com tranquilidade.

MELHORES GOLS DO TESOURO COREANO

Foto destaque: Reprodução/ David Ramos/Getty Images

Nataly Lopes
Desde a adolescência, eu sempre fui apaixonada pelo Jornalismo. Sempre fui uma pessoa curiosa, determinada, que gosta de escrever e pesquisar. Eu estou no quarto período da graduação em jornalismo na UFAL e tive pouco contato com o mundo esportivo. Mas, já fiz algumas reportagens sobre. Sempre gostei muito de acompanhar esportes, principalmente futebol, e espero conhecer ainda mais essa área com essa iniciativa do Futebol na Veia.

Artigos Relacionados