Sneijder recebe proposta para voltar a jogar

Um ano após pendurar as chuteiras, o ex-meia holandês Wesley Sneijder, recebeu uma proposta do Utrecht, da Holanda, para retornar aos gramados. As conversas foram reveladas pelo diretor técnico da equipe, Jordy Zuidam, ao canal televisivo “NOS”. Segundo ele, o retorno depende somente do ex-meia, de 36 anos.

Conversamos sobre seu possível retorno, depende dele. Agora ele tem tempo para decidir se gosta da ideia, mas um Sneijder em boa forma pode ser interessante“, declarou Zuidam.

O Utrecht disputa, atualmente, a 1ª Divisão do Campeonato Holandês. Além disso, é o clube da cidade natal de Sneijder. Os torcedores locais “invadiram” as redes sociais do ex-atleta, pedindo para que ele aceite a proposta e já até fizeram montagens dele com a camisa da equipe. Fãs do Galatasaray, da Turquia, onde o holandês já jogou, também manifestaram o desejo em tê-lo de volta.

https://twitter.com/utrecht_fans/status/1279482812089929729

Wesley Sneijder se aposentou em 2019, quando atuava pelo Al-Gharafa, do Catar. Dessa forma, além da equipe asiática, defendeu clubes como Ajax, Real Madrid, Galatasaray, Nice e Inter de Milão. Foi pela equipe italiana que chegou a vencer a Champions League, Copa da Itália, Supercopa da Itália, além do Campeonato Italiano e o Mundial de Clubes da FIFA.

Em 2010, além das boas atuações na Inter, Sneijder se destacou pela seleção holandesa na Copa do Mundo, disputada na África do Sul, sendo eleito o segundo melhor jogador daquele Mundial. Pela Holanda, o ex-jogador detém o recorde de partidas disputadas (134).

Caso aceite a proposta, Sneijder se juntará ao seu ex-companheiro de seleção , que aceitou deixar a aposentadoria para defender o Groningen, também da Holanda.

Foto Destaque: Reprodução/Associated Press

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Artigos Relacionados