Sinal vermelho ligado no Inter

As rodadas do Campeonato Brasileiro vão passando e o Internacional de Porto Alegre não consegue engrenar. Com a derrota para a Chapecoense (1 a 0) na última segunda-feira (18), o clube colorado se afundou na crise. A equipe do sul não vence uma partida desde a 8ª rodada do campeonato quando bateu o Atlético MG por 2 a 0 no Beira Rio. Até então foram 12 jogos com 3 empates e surpreendentes 9 derrotas.

Os 12 resultados:

Figueirense 3×2 Internacional (19/06)

Coritiba 1×1 Internacional (23/06)

Internacional 2×3 Botafogo (26/06)

Flamengo 1×0 Internacional (29/06)

Internacional 0x1 Grêmio (03/07)

Santa Cruz 1×0 Internacional (10/07)

Internacional 0x1 Palmeiras (17/07)

Ponte Preta 2×2 Internacional (24/07)

Internacional 0x1 Corinthians (31/07)

Cruzeiro 4×2 Internacional (04/08)

Internacional 2×2 Fluminense (07/08)

Chapecoense 1×0 Internacional (15/08)

Com essa má sequência, o Internacional está beirando a zona de rebaixamento, e só não entrou nela porque seus concorrentes a queda não conseguem pontuar o necessário para subir na tabela. Nesse meio tempo, os torcedores colorados já protestaram algumas vezes, sendo que, o principal alvo, é à diretoria, que se mostrou um tanto quanto indecisa na escolha de um novo treinador.

Outro grande problema que culminou a má fase da equipe, foi o amadorismo dos dirigentes do clube gaúcho. O técnico Argel Fucks, contratado em Agosto de 2015, e campeão estadual em 2016, nunca caiu nas graças da torcida e, após perder para o Santa Cruz, foi demitido. Até então estava tudo no controle, pois Argel na era unanimidade no Inter, porém a direção colorada decide empregar Falcão, cujo já tinha uma passagem sem sucesso como treinador. A decisão precipitada ocasionou em poucos dias de trabalho  do comandante, demissão em um mês.

Celso Roth foi chamado e já treinou o time na derrota em Chapecó na segunda-feira. Roth chegou para amenizar a situação, pois já é um profissional experiente e ganhou uma libertadores em 2010 justamente pelo Inter. Portanto, precisa de tempo para trabalhar e trazer resultados que possam agradar.

Não há dúvidas que o colorado está dentro de uma panela de pressão. É uma das maiores crises que estão vivendo nos últimos anos, os torcedores estão extremamente irritados com o rendimento. Se as coisas não melhorarem, o fantasma do rebaixamento pode bater no lado vermelho de Porto Alegre.

Sergio Vitor

Sobre Sergio Vitor

Sergio Vitor já escreveu 152 posts nesse site..

Jornalista com 22 anos de idade, atua, há três, como repórter, redator e social media para uma revista especializada do setor de seguros, economia e negócios. Em 2016, ainda na graduação, começou a dedicar seu tempo escrevendo matérias no Futebol na Veia. Atualmente, é responsável pela análise de SEO do FNV, além de participar de programas esportivos na rádio, todos alinhados ao site.

BetWarrior


Poliesportiva


Sergio Vitor
Sergio Vitor
Jornalista com 22 anos de idade, atua, há três, como repórter, redator e social media para uma revista especializada do setor de seguros, economia e negócios. Em 2016, ainda na graduação, começou a dedicar seu tempo escrevendo matérias no Futebol na Veia. Atualmente, é responsável pela análise de SEO do FNV, além de participar de programas esportivos na rádio, todos alinhados ao site.

    Artigos Relacionados

    Topo