Silvio Romero

O Boca Juniors busca reforçar seu ataque, e Silvio Romero, atacante do Independiente, é o nome mais especulado no momento. Artilheiro da última Superliga Argentina, ao lado de Santos Borré, Chino teria recebido com empolgação a possibilidade de atuar pelo time do bairro de La Boca. Segundo o TyC Sports, já existe um acordo verbal entre jogador e clube. No entanto, o formato da negociação ainda deve ser discutido por todas as partes envolvidas. Também se discute a inclusão de Iván Marcone, volante xeneize, e 50% do passe de Walter Bou, centroavante emprestado ao Union de Santa Fé, na transferência.

A cláusula de rescisão do atacante rojo é de 1,4 milhão de dólares, porém Silvio Romero teria preferência por uma negociação direta entre os clubes. Assim, isso mostra tanto a disposição do atleta para ir ao Boca Juniors quanto o desejo de deixar uma compensação econômica maior para o Independiente. Entretanto, quando os Rojos contrataram o jogador, pagaram 4,2 milhões de dólares por 70% de seu passe, que pertencia ao América, do México. Sendo assim, os Xeneizes poderiam recuar no negócio se as cifras se aproximarem desse valor. 

A temporada de Silvio Romero no Independiente

Se a campanha do Independiente na Superliga Argentina 2020 não foi muito boa – pelo menos de seu centroavante não há muito do que reclamar -. Com 12 gols em 20 jogos, Silvio Romero foi artilheiro e, assim, um dos grandes destaques do campeonato. Portanto, se não fosse pela ótima temporada do jogador, a situação dos Rojos na tabela poderia ter sido ainda pior. O experiente jogador foi revelado pelo Instituto Córdoba e acumulou passagens pelo Lanús, Stade Rennes, Jaguares e América antes de chegar a Avellaneda. Dono uma finalização potente e uma forte presença de área, Chino é um dos grandes atacantes do futebol argentino. 

Confira alguns lances de Silvio Romero pelo Independiente:

Foto destaque: Reprodução/Twitter/Prensa Independiente

Avatar
Odilon Santiago
Tenho 19 anos de sonho e de sangue e de América do Sul. Apaixonado pela escrita e pelo futebol, sobretudo naquele que é praticado em canchas latinas, com muito papel picado, catimba e cachorro invadindo o gramado. Um tango argentino me vai bem melhor que um Blues. Jornalista em formação pela Universidade São Judas Tadeu.

Artigos Relacionados