Sexta-feira cheia na Superliga Argentina

A 20ª rodada do Campeonato Argentino começa nesta sexta-feira (22) com três jogos estrelando o dia. O Tigre enfrenta o Patronato e o Lanús recebe o Rosario Central em Buenos Aires, enquanto o Colón joga contra o Banfield em Santa Fé. Todos os times se situam no meio da Superliga, então qualquer ponto significa muito na situação da tabela.

SUPERLIGA ARGENTINA – 20ª RODADA

Tigre x Patronato – 19h

O Tigre atualmente se encontra com cinco vitórias, sete empates e sete derrotas no campeonato, ocupando a 16ª posição. Seu recorde reflete sua inconsistência: são duas vitórias, dois empates e uma derrota nos cinco jogos anteriores. Jogando em casa, no Estádio José Dellagiovanna, o Tigre busca estabilidade após importante vitória na última participação na liga.

Lucas Janson e Frederico Gonzáles, destaques e autores dos gols do 0 x 2 contra o Rosario, devem começar. A escalação deve ser a mesma. O técnico Néstor Gorosotio, que estreou no comando da equipe na 19ª rodada, comentou sobre o jogo e projetou o próximo confronto:

“Estou contente porque houve muito comprometimento e sacrifício. A chave esteve no equilíbrio entre o ataque e a defensa. Na sexta-feira contra o Patronato é um jogo que vale seis pontos para nós.”

O 23º Patronato vem de empate por 0 x 0 contra o Aldosivi. Com quatro vitórias, cinco empates e 10 derrotas compondo o quadro de resultados, a equipe precisa retomar o ímpeto que a ajudou a derrotar o River Plate por 1 x 3 há quatro rodadas. Os dois só se encontraram duas vezes pela Superliga, com uma vitória para cada lado. Curiosamente os triunfos de ambos vieram jogando fora de casa; a mais recente foi a do Patronato por 1 x 3 na temporada 2017/18.

A volta ao time titular de Renzo VeraDamián Lemos eIgnacio Cacheiro deve ser de grande valor após o jogo sem gols na rodada passada. O técnico Mario Sciacqua comentou as possíveis mudanças no time:

“A mudança que podemos fazer é para ter mais ações ofensivas e intensas. Somos uma equipe que recuperamos [a bola] e saímos rápido, e isso não podemos perder.”

Lanús x Rosario Central – 21h10

O Lanús, na 14ª posição, se vê diante do Rosario no Estádio Néstor Díaz Pérez. A equipe perdeu por 2 x 1 contra o Boca Juniors na última partida, depois de uma impressionante racha de oito jogos seguidos sem perder na liga (seis vitórias e dois empates). Desta forma, com o propósito de retomar a fase positiva o time precisa de um bom resultado frente ao Rosario Central, que vive péssima situação.

É provável que o time seja o mesmo que perdeu para o Boca no domingo, com o tradicional 3-5-2. O técnico do time Luis Zulbeldía comentou sobre a semana e o próximo adversário:

“Esta semana tem sido curta e temos trabalhado mais na recuperação física. O Central [Rosario] tem um bom elenco e treinador, de visitante certamente jogam mais solto.”

https://twitter.com/clublanus/status/1098654699719413760

O 18º na tabela Rosario Central não vence há sete jogos. Quatro empates e quatro derrotas – a mais recente na rodada passada contra o Tigre por 0 x 2 – configuram o mau aproveitamento da equipe nesse período. A última vitória foi em novembro. O encontro de amanhã é o 99º entre os dois times. O Rosario Central tem ligeira vantagem histórica com 36 vitórias contra 34 do Lanús, porém não o vence há quatro confrontos (dois empates e duas vitórias para o Lanús).

O time de Edgardo Bauza perdeu na última rodada por 0 x 2 contra o Tigre, por isso, ele deve voltar a utilizar o esquema 4-1-4-1 que utilizou no empate contra o River, além de fazer mudanças nos onze iniciais. O zagueiro Nahuel Molina e o atacante Zampedri devem dar lugar a Alfonso Parot e Germán Herrera ou Claudio Riaño, respectivamente. O técnico afirmou a importância de voltar a vencer  nesta rodada:

“A equipe precisa ganhar novamente, para isso temos que seguir trabalhando e trabalhar mais.”

Colón x Banfield – 21h10

O 19º Colón e o 13º Banfield possuem recorde idêntico nas últimas 10 rodadas: são duas vitórias, cinco empates e três derrotas para cada. Eles se enfrentam no Estádio Brigadier General Estanislao López. Os dois saem de empate na última rodada do campeonato. O Colón ficou no 1 x 1 contra o Vélez, e o Banfield igualmente no 1 x 1 contra o River Plate.

A dúvida na escalação fica no meio-campo. Leonardo Heredia ou Gabriel Esparza disputam a posição para o jogo. Júlio Comersaña, técnico do Colón, comentou o que o time precisa fazer para ser mais objetivos em campo:

“Precisamos ser mais sólidos na recuperação da bola e saber administra o ritmo, manejar o nosso jogo de acordo com os nosso jogadores.”

https://twitter.com/CAB_oficial/status/1098587597025230848

O Colón certamente precisará contar com seu artilheiro Luis Miguel Rodríguez se quiser resultado. O atacante argentino tem 10 gols e cinco assistências em 15 partidas pela Superliga. Foram quatro empates nos últimos quatro embates. Contudo, no geral o Colón vem se dando melhor: 20 vitórias contra 14 do Banfield. A mais atual, em 2012, por 0 x 3. Em conclusão, devido aos resultados e fases semelhantes, o jogo promete ser bem equilibrado.

A formação inicial deve ser a mesma que empatou no último confronto. Sob comando do Banfield, o técnico Hernán Crespo ainda não obteve vitória. São três empates e uma derrota, mas ele acredita que no momento certo tudo se encaixará:

“A vitória vai chegar por meio de como fazemos as coisas. Os três pontos vão chegar, mas no futebol importa como ganhar o jogo.”

Arthur Santos Eustachio

Artigos Relacionados