Os dois novos integrantes da primeira divisão do Pernambucano serão conhecidos neste domingo (13). A última rodada da Série A2 conta com três partidas, e todas interferem diretamente na briga pelo acesso.

Além disso, na vice-liderança do hexagonal final, com sete pontos em quatro jogos, o Sete de Setembro precisa vencer seu confronto diante do Porto. Se empatar, a equipe alviverde pode perder a posição para o Centro Limoeirense ou Íbis.

Não participando da elite do estadual desde 2010, o Lobo-Guará conta com o atacante Jackson como uma das armas ofensivas para conquistar o tão sonhado retorno à Série A1. Com três gols na competição, o jogador prevê um duelo equilibrado contra o Gavião, mas acredita em um resultado positivo para o clube de Garanhuns.

“Vai ser um grande jogo, um verdadeiro páreo-duro. O adversário também briga pelo acesso, então creio que será uma partida aberta, com muitas possibilidades. Temos que atuar com inteligência e sem espaço para erros. Confio em nossa equipe, por tudo o que a gente já demonstrou na competição. Todos estão focados no objetivo que é subir para a primeira divisão”, afirma Jackson.

Sete de Setembro e Porto entram em campo no domingo (13), às 15h (horário de Brasília), no estádio Gigante do Agreste, em jogo válido pela última e decisiva rodada do hexagonal final da Série A2 do Pernambucano. Além disso, para chegar no hexagonal final, o Sete de Setembro passou em primeiro no Grupo B, com 10 pontos em seis jogos. Na fase final do campeonato, está a dois pontos do líder, com nove pontos. Mas, a situação não está fácil, pois pode perder a posição.

Foto destaque: Reprodução/Paulinho Gentil

Luiz Felipe Silva
Luiz Felipe Silva
Eu escolhi jornalismo pelo amor ao esporte. Ele sempre fez parte da minha vida e gostaria de viver ao lado dele. Já trabalhei em web rádio, fiz podcast e atualmente faço o Babá arretado, junto com artigos no site www.brunoperes.tv.

Artigos Relacionados