A 50ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior começou na última quarta-feira (2), mas para Oeste, Lagarto-SE, Grêmio e São Raimundo-RR, que fazem parte do Grupo 21, a estreia na competição será nesta quinta-feira (3). Todos os jogos acontecem na Arena Barueri e no horário de Brasília.

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019 – Grupo 21 – 1ª rodada

Oeste x Lagarto-SE – 16h45

Oeste abre a rodada do grupo 21 na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, diante do Lagarto-SE, em busca do seu primeiro título na competição. Os donos da casa fizeram um jogo treino contra o Corinthians e perderam por 2 x 0, o que de um time de interior para o maior campeão da competição, não e surpresa. A equipe mandante vai contar com o fator casa para avançar no torneio tendo o Grêmio como principal adversário no grupo.

https://www.instagram.com/p/BsLFtCuBImf/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=1r0x0xnmlgc30

A equipe sub-20 sergipana viajou mais de 30h para enfrentar os paulistas. O time chega na competição com moral, após o apoio dado pelo jogador Diego Costa. Ele foi visitar a molecada nos últimos preparativos para a Copa São Paulo.

https://www.instagram.com/p/BsI3rc7B3QE/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=1rru8iw732bm9

Grêmio x São Raimundo-RR – 19h

Em busca do título inédito da Copinha, o Grêmio está sob o comando do técnico César Lopes. A delegação gremista chegou à São Paulo na última terça-feira (1). No último amistoso antes da estreia terminou 5 x 0 para a equipe gaúcha, diante do Guarani.

Duas ausências são certas no Grêmio: o atacante Tetê e o volante Victor Bobsin, ambas as promessas já treinam com os profissionais. Tetê, inclusive, já foi até chamado por Tite para treinar com a seleção brasileira. Porém, o destaque do grupo formado por atletas nascidos em 1999, 2000 e 2001 é o centroavante Da Silva. O goleador tem cartaz na base e já treinou em atividades contra a equipe principal gremista. Aos 19 anos – completa 20 em março –, o centroavante deve ir da Copinha direto para o time de transição.

“Toda vez que entramos, buscamos o melhor possível. A equipe vai buscar o título, mas temos também a questão de formação dos atletas. Tem que estar aliado, não pode ser um desejo só, tem que conseguir conciliar com a formação. Não só para mim, mas para o grupo. (O título) Leva o nome do clube a um patamar mais elevado”, disse Lopes em enteventre ao GE.

O São Raimundo-RR também foi outro a vir de longe, do estado de Roraima, na região Norte. Apesar de a estreia do Mundão ser contra uma equipe teoricamente difícil, o técnico Beto Vieira revelou que o clima no elenco, horas antes do jogo, é de tranquilidade:

“Os garotos estão no ‘pagode’, brincando bastante. A comissão está interagindo com eles. Todos estão muito tranquilos. Sabemos que daqui a pouco vai dar um friozinho na barriga, o que é natural na estreia. Muitos desses jovens passarão por essa sensação pela primeira vez, outros já têm este costume. Acreditamos numa boa estreia”, destacou o comandante.

Um dos estreantes na Copinha é o goleiro Marco Vitor, de 18 anos, que disse acreditar em vitória sobre o Grêmio:

“A expectativa para o jogo está grande. A gente tá trabalhando forte, se dedicando. Foram meses de trabalho. Quero agradecer a Deus por tudo que ele tem feito a este grupo, aprendi muita coisa aqui. Espero que a gente saia com a vitória, tenho fé em Deus que tudo vai dar certo”, declarou.

Esta será a 7ª participação consecutiva do São Raimundo-RR na Copinha, número que o torna o maior representante roraimense na competição. Sua melhor participação foi em 2016, quando pela 1ª vez um time de Roraima classificou-se para a segunda fase.

Camilla Magalhães
Me chamo Camilla, tenho 24 anos, sou recém formada em jornalismo e uma apaixonada por futebol. Sou torcedora do Santos futebol clube. E se pudesse morar em um lugar eu moraria dentro do estádio, minha segunda casa.

Artigos Relacionados