Sem grandes surpresas!

Dunga acaba de convocar a Seleção Brasileira para os jogos contra o Uruguai, no dia 25 de março, na Arena Pernambuco e contra o Paraguai, no dia 29 de março, em Assunção.

A expectativa ficava por conta dos jogadores que foram para a China, se seriam ou não convocados. E foram.
Dunga não se comprometeu e não trouxe grandes novidades em relação a última convocação.

No gol, Cássio e Jefferson deram lugar a Marcelo Grohe e Diego Alves. Cássio voltou a jogar ontem pelo Corinthians, após lesão e Jefferson parece ter perdido a confiança do treinador. Diego Alves só não vinha sendo convocado porque estava lesionado. Já voltou a atuar e bem pelo Valencia e Grohe manteve o bom nível do ano passado.

Na lateral a novidade foi Alex Sandro, da Juventus. Sua convocação se deve pelo fato de Marcelo estar machucado e que talvez não se recupere a tempo para os jogos. Na vaga de Elias, também machucado, ele trouxe Philippe Coutinho, que não havia sido convocado da última vez apenas porque não estava lesionado.

A surpresa mesmo foi a não convocação de Thiago Silva, melhor zagueiro do mundo. Parece que o atual treinador da Seleção Brasileira ficou na bronca com o zagueiro desde que reclamou publicamente sobre a retirada de sua faixa de capitão da Seleção, que foi dada a Neymar. Lembrando que Thiago foi o melhor zagueiro do mundo em 2014 e 2015, eleito pela FIFA, além de capitão e titular da zaga do Paris Saint Germain. Marquinhos que foi convocado, é seu reserva, mas isso é um mero detalhe. Outro que também teve sua falta sentida é Lucas Moura, também do P.S.G. O meia-atacante é titular do time francês, colocando Cavani no banco e marcando gol quase que todo jogo. Vive uma das melhores fases no PSG.

A convocação ficou assim:

Goleiros: Alisson (Internacional), Marcelo Grohe (Grêmio) e Diego Alves (Valencia);
Laterais: Danilo (Real Madrid), Filipe Luís (Atlético de Madrid), Daniel Alves (Barcelona) e Alex Sandro (Juventus);
Zagueiros: David Luiz e Marquinhos (P.S.G.), Miranda (Internazionale) e Gil (Shandong Luneng)
Volantes: Fernandinho (Manchester City) e Luiz Gustavo (Wolfsburg);
Meias: Renato Augusto (Beijing Guoan), Oscar e Willian (Chelsea), Lucas Lima (Santos), Philippe Coutinho (Liverpool) e Kaká (Orlando City);
Atacantes: Neymar (Barcelona), Douglas Costa (Bayern de Munique), Hulk (Zenit) e Ricardo Oliveira (Santos).

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1233 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo