Sem Cristiano Ronaldo, Portugal passa pela Suécia e segue líder do Grupo 3 da Nations League

- No outro jogo, França joga mal, mas vence Croácia e segue na cola dos portugueses
Portugal vence Suécia e segue na liderança do Grupo 3 da Liga das Nações (Foto: Reprodução / Getty Images)

Nesta quarta-feira (14), dois jogos se realizaram pela 4ª rodada do Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações com destaque para vitória de Portugal. Assim, em Zagreb, a França voltou a jogar mal, mas virou o jogo no segundo tempo e venceu a Croácia por 2 x 1. Enquanto que em Lisboa, a Seleção das Quinas conquistou sua terceira vitória na competição ao vencer a Suécia por 3 x 0.

Dessa forma, com os resultados, Portugal segue na liderança com 10 pontos, seguido pela França com os mesmos pontos, mas com saldo de gols menor. Já a Croácia se manteve na 3ª colocação com rês pontos e a Suécia na lanterna, ainda sem pontos. Agora, na próxima rodada, os portugueses enfrentam os franceses e os suecos recebem os croatas, no sábado (14/11), ainda sem horário definido.

LIGA DAS NAÇÕES – LIGA A – PRIMEIRA FASE – GRUPO 3 – 4ª RODADA

CROÁCIA 1 x 2 FRANÇA

Assim, a França começou a avassaladora. Logo aos 8′, Vida cortou mal o cruzamento de Mendy, e Griezmann aproveitou a sobra para chutar com força e abrir o placar. Em seguida, Mbappé perdeu chance incrível. Aos 18′, os franceses ficaram reclamando de pênalti em Martial, mas o árbitro nada marcou. A partir de então, a Croácia dominou o jogo e criou boas chances, mas os visitantes seguraram a pressão dos donos da casa.

Na volta do intervalo, a França seguiu sendo dominado e apática em campo acabou sofrendo o gol de empate. Assim, aos 19′, Modric foi ao fundo do campo e lançou na área para Brekalo, que tocou para Vlasic dominar e chutar no canto direito de Lloris. Após a entrada de Pogba, os franceses melhoraram no jogo. Logo, o volante fez lançamento para Digne, que cruzou para Mbappé marcar um golaço e decretar o triunfo visitante.

PORTUGAL 3 x 0 SUÉCIA

Mesmo sem Cristiano Ronaldo, diagnosticado com Covid-19, Portugal não teve maiores dificuldades para passar pela Suécia. Assim, com algumas intervenções de Rui Patrício, a Seleção Portuguesa dominou as ações na etapa inicial e chegou ao gol. Logo, aos 21′, Bruno Fernandes lançou para Diogo Jota que tocou para Bernardo Silva completar para as redes. Já na reta final, o mesmo Jota ampliou, após cruzamento de João Cancelo.

Já na etapa complementar, a Suécia subiu a marcação e deu dificuldades para Portugal criar jogadas. No entanto, nos espaços que encontrou, a Seleção Portuguesa foi letal. Assim, Diogo Jota recebeu lançamento de William Carvalho, invadiu a área e marcou o terceiro dos donos da casa. Logo, com o placar consolidado, o jogo se encaminhou para a vitória mandante.

Foto Destaque: Reprodução / Getty Images

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 716 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo