Seleção olímpica alemã

Na manhã deste sábado (17), a Seleção Olímpica Alemã entrou em campo para a última partida preparatória para as Olimpíadas contra Honduras. Entretanto, o duelo teve seu fim mais cedo, quando o time alemão abandonou o gramado cinco minutos antes do apito final. A saber, o motivo é lamentável: o zagueiro Jordan Torunarigha, que defende as cores do Hertha Berlin, foi vítima de um insulto racial.

A partida foi realizada em Wakayama, no Japão, com portões fechados e três tempos de 30 minutos. Assim, o jogo se finalizou aos 86′, momento em que o defensor sofreu a injúria racial por parte de um adversário. No momento, o embate estava empatado em 1 x 1, com gols de Douglas Martinez (Honduras) e Felix Uduokhai (Alemanha).

Posteriormente, em entrevista coletiva, o treinador Stefan Kuntz explicou o motivo da saída, que até então só havia sido dito nas redes sociais da Seleção Alemã.

“Eu fui entender o que aconteceu quando eu vi os gestos. Jordan estava muito irritado, nos disse que havia sofrido racismo pela segunda vez e nós decidimos deixar o gramado. Esse tipo de coisa vai contra nossos valores”, disse o comandante.

Além disso, o técnico contou que os jogadores da Seleção de Honduras foram ao banco de reservas alemão se retratar, pedindo desculpas pelo ocorrido.

“O time inteiro de Honduras veio para o nosso banco de reservas e pediu desculpas. Isso acalmou a situação”, complementou.

Por fim, externou o apoio dos companheiros a Jordan após a situação.

“Seus companheiros de equipe tentaram acalmá-lo, o deram um abraço, consolaram-no nos primeiros minutos. Ele estava muito irritado. Quando um de nossos jogadores sofre ofensas racistas, continuar jogando não é uma opção”, completou o técnico.

O que diz a parte acusada

Por outro lado, a confederação hondurenha declarou que houve um “mal entendido dentro de campo”.

“Jogo finalizado aos 87 minutos por abandono, porque um jogador alemão alegou um suposto insulto racista por parte de um atleta hondurenho. A Federação expressa sobre o tema que a situação passa por um mal entendido no campo”, disse a Federação em seu Twitter.

Seleção Alemã nas Olimpíadas

Após o ocorrido lamentável deste sábado (17), a Seleção Olímpica Alemã volta a campo para enfrentar o Brasil, na próxima quinta-feira (22), às 8h30 (horário de Brasília). Posteriormente, a Alemanha encara a Arábia Saudita, também às 8h30, no domingo (25). Por fim, encontra a Costa do Marfim na quarta-feira (28), às 5h (todos em horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/DFB

Gabriel Vicco
Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.