Segunda casa

Flamengo estuda mandar mais jogos neste ano no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A mudança provisória é uma medida de emergência, pois no Rio de Janeiro, Maracanã estarão indisponíveis até depois dos Jogos Paralímpicos, em setembro.

A escolha de Brasília como casa Rubro-Negra pode trazer um ótimo retorno financeiro para o clube carioca. No domingo, o Fla-Flu teve mais de 30 mil pagantes e lucro de bilheteria superior a R$ 2 milhões. De olho em aumentar sua receita, a diretoria estuda a possibilidade de mudança de casa com carinho.

Logo após o clássico o técnico Muricy Ramalho cobrou a diretoria com urgência uma definição sobre o destino dos jogos do Rubro-Negro, “temos que achar uma casa. Temos que nos reunir para achar um lugar. A parte econômica é importante, mas temos que achar esse lugar”.

O Flamengo enfrenta a Cabofriense, amanhã (24), às 19h:30min, no estádio Moacyrzão, pela sexta rodada da fase de grupos do Campeonato Carioca.

Avatar

Sobre Wagner Trece

Wagner Trece já escreveu 57 posts nesse site..

•Carioca, 27 anos. Futuro jornalista que estuda na Universidade Veiga de Almeida.•Colunista na equipe Futebol na Veia desde 2016.•Apaixonado por futebol, principalmente quando assistido na mesa de bar, regado a muita zoação e rivalidade.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Wagner Trece
•Carioca, 27 anos. Futuro jornalista que estuda na Universidade Veiga de Almeida.•Colunista na equipe Futebol na Veia desde 2016.•Apaixonado por futebol, principalmente quando assistido na mesa de bar, regado a muita zoação e rivalidade.

    Artigos Relacionados

    Topo