Com segundo tempo emocionante, São Paulo e Corinthians empatam no Morumbi

São Paulo e Corinthians empatam por 1×1, neste domingo (26), em partida válida pela penúltima rodada do Campeonato Paulista. O primeiro tempo do “Majestoso” foi decepcionante para os quase 52 mil torcedores presentes, com raras chances de gol. Os donos da casa chegam aos 17 pontos, o mesmo número do Linense, e permanecem em segundo lugar do grupo B. Já o alvinegro terminará a primeira fase da competição como líder do grupo A, agora com 21 pontos, oito a mais que o segundo colocado, Botafogo de Ribeirão Preto.

As duas equipes entraram em campo com desfalques devido a jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo. O tricolor não pôde contar com Buffarini, Lucas Pratto (ambos defendendo a Argentina) e Cueva (Peru). Já os visitantes não tiveram à disposição Fagner e Romero (Paraguai).

O São Paulo começou a partida pressionando o Corinthians, mantendo maior posse de bola (terminando os 45 minutos iniciais com 62%) e trocando passes no ataque. Os visitantes limitavam-se a conter as ações ofensivas do rival. O clássico seguia muito disputado e com muitas faltas, porém sem finalizações. O primeiro chute a gol do confronto foi somente aos 30. Rodriguinho encontrou espaço perto da área e arriscou no canto direito, mas o goleiro Renan Ribeiro fez a defesa em dois tempos. Luiz Araújo assustou os alvinegros aos 34, quando desviou de cabeça, para a linha de fundo, a cobrança de falta. O jogo passou a ter um ritmo mais acelerado, porém com os dois times perdendo a bola constantemente. Thiago Mendes teve uma boa oportunidade quando finalizou de fora da área aos 45, mas sua finalização não chegou à meta. Este foi o último lance da primeira etapa.

O Corinthians criou uma boa oportunidade logo no primeiro minuto do segundo tempo. Em “jogada do Terrão”, Maycon ajeitou para Guilherme Arana, que chutou travado e a bola acertou a rede pelo lado de fora. No contra-ataque do escanteio, o tricolor chegou com muito perigo. Wellington Nem deu um belo lançamento para Luiz Araújo, que saiu livre na frente de Cássio. O goleiro corintiano consegui desviar o chute para escanteio. Entretanto, Cássio falhou dois minutos depois. Araruna cobrou o escanteio para Cícero, na segunda trave, mandar de volta para o meio da área. Neste curto espaço de tempo, o goleiro alvinegro tentou acompanhar o cruzamento, e quando o zagueiro Maicon cabeceou no chão, o gol estava livre para a bola morrer nas redes. O “Majestoso” continuava sob domínio do São Paulo, até que os donos da casa vacilaram aos 17. Rodrigo Caio deixou Jô livre na área, e ao receber um bom cruzamento de Guilherme Arana, o centroavante corintiano cabeceou firme para igualar o marcador. Os visitantes balançaram as redes aos 29, porém o árbitro anulou o gol. Léo Jabá cruzou da direita, Jô escorou e Rodriguinho chutou forte de primeira. Porém, o juiz já havia assinalado falta do atacante corintiano no lateral Araruna. O tricolor deu trabalho à defesa adversária duas vezes em sequência aos 32. Maicon bateu falta e Cássio, sem grandes necessidades, espalmou para escanteio. Na cobrança, Cícero cabeceou e Pablo evitou que a bola chegasse ao gol. O volante são paulino voltou a assustar aos 40, quando sua cabeçada passou por cima, porém perto, da meta de Cássio. Apenas quatro minutos depois, os donos da casa criaram a última oportunidade da partida. Em contra-ataque puxado por Thiago Mendes, Wellington Nem na área desviou sem força para o gol, facilitando a defesa de Cássio.

Pede música, Jô!

Ao marcar nesta tarde, o camisa 7 do Corinthians anotou seu terceiro gol seguido em clássicos neste ano. A primeira vítima foi o Palmeiras, depois o Santos e agora o São Paulo.

Léo Jabá desperdiçou uma ótima chance

Esta foi talvez a melhor oportunidade para o atacante do “Terrão” marcar pela primeira vez como profissional. Moisés cruzou e, na segunda trave, Léo Jabá recebeu livre, mas literalmente pisou na bola quando foi finalizar aos 42.

Wellington Nem poderia ter sido expulso antes

O atacante tricolor deu um carrinho, por trás, em Léo Jabá, enquanto o jovem corintiano saía em contra-ataque aos 23. Este lance poderia ter rendido um cartão vermelho para Wellington Nem, mas o juiz optou por aplicar o cartão amarelo. Apenas 10 minutos depois, o atacante deu uma solada em Guilherme Arana, porém desta vez o juiz sequer assinalou a falta. No “apagar das luzes”, aos 48, o árbitro deu o segundo cartão amarelo para Wellington Nem, quando o atacante dividiu com o volante Camacho.

O próximo compromisso das duas equipes é na última rodada do Campeonato Paulista. O São Paulo visita o São Bernardo nesta quarta-feira (29), às 21:45h. O Corinthians recebe o Linense na mesma data e no mesmo horário.

Confira os melhores momentos da partida:

https://www.youtube.com/watch?v=Q-2eoU-elxM

BetWarrior


Poliesportiva


Guilherme Papa
Guilherme Papa
Guilherme Papa é estudante, de 21 anos, da turma do 5º semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Completamente louco por futebol, tem como objetivo transmitir informações do mundo da bola da melhor maneira possível.

Artigos Relacionados

Topo