São Luiz, Caxias e Marcílio Dias garantem vagas à próxima fase da Série D

Terminou na tarde deste sábado (28) a 14ª e última rodada da primeira fase do Brasileirão Série D 2020. Classificados à próxima fase, Marcílio Dias venceu o Pelotas por 1 x 0, Caxias goleou o São Caetano por 6 x 0, e o São Luiz bateu o Atlético Tubarão por 3 x 0. Também pelo Grupo 8, Novorizontino e Joinville se enfrentaram no Estádio Jorge Ismael de Biasi, contudo não saíram do 0 x 0, resultado que, consequentemente, eliminou o JEC da competição.

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D – 14ª RODADA – GRUPO 8

Marcílio Dias 1 x 0 Pelotas

O Lobo começou assustando logo aos 6′, quando a defesa do Marcílio Dias falhou e entregou a bola nos pés de Hugo Sanches, que arriscou de longe e acertou a trave direita do goleiro Victor Golas. O Marinheiro só respondeu 20 minutos depois, porque, após cruzamento, Hélio Paraíba testou firme, contudo parou em grande defesa de Renan. Aos 51′, o gol. Depois de bate-rebate na área, a bola sobrou para Daniel Pereira, que finalizou e viu Renan defender. Contudo, a bola sobrou novamente para o volante, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Apesar da expulsão de Bruninho aos 14′ do segundo tempo, o Pelotas foi para cima e assustou aos 27′, devido a finalização de Moisés, que, após sobra na área, mandou a bola por cima da meta. Além disso, o Marinheiro teve novas oportunidades em contra-ataques, mas não ampliou o placar. Como resultado, a vitória magra garantiu a classificação do Marcílio Dias.

Caxias 6 x 0 São Caetano

O primeiro gol saiu aos 26′ com Giovane Gomez, que recebeu cruzamento na medida de Bruninho e cabeceou livre para marcar. Já o segundo foi aos 2′ da segunda etapa, quando Marabá emendou de primeira dentro da área e contou com desvio na trajetória, que, consequentemente, mandou a bola para o gol. Após passe de Giovane Gomez, Bruninho arrancou e passou por três para dar um tapa por cima de Arthur e anotar o terceiro.

Aos 18′, novamente Bruninho, desta vez aproveitando rebote de Arthur. O atacante mandou de voleio e contou com falha do goleiro para fazer o quarto. O quinto foi de Vidaletti, após receber cruzamento de Matheuzinho e testar firme para ampliar o marcador. Por fim, o sexto gol saiu aos 41′, quando Claudinho, em cobrança de pênalti, sacramentou a goleada. Assim, o Caxias classificou à próxima fase terminando na 3ª posição do Grupo.

Novorizontino 0 x 0 Joinville

A primeira grande chance veio com o Tigre, porque Deivid roubou a bola perto da linha de fundo e rolou para Danielzinho finalizar. Contudo, o zagueiro Jaques travou o chute, e a bola passou por cima do gol. Já na segunda etapa, o JEC teve boa oportunidade aos 11′, porque Diego recebeu pelo lado esquerdo e bateu cruzado, mas o goleiro Giovanni se esticou e espalmou a bola para escanteio.

Da mesma forma, o Novorizontino respondeu com Guilherme Queiroz, que recebeu excelente passe de Caio Monteiro e saiu na cara do gol. Contudo, na finalização, o centroavante parou em bela defesa do goleiro Volpi, que salvou o time catarinense. Como resultado, o empate eliminou o Joinville da competição, que terminou na 6ª posição com 20 pontos.

São Luiz 3 x 0 Atlético Tubarão

O Alvirrubro abriu o placar logo aos 16, quando, em cobrança de escanteio, Júnior Alves cabeceou firme mesmo sem ângulo, acertando a cabeça do goleiro Rodrigo, que jogou para o fundo das redes. Além disso, aos 21′ da segunda etapa, Jataí tabelou com Hugo Almeida e finalizou. Na trajetória, a bola desviou na defesa e tirou do alcance de Rodrigo, que só pode ver a bola entrar.

Mantendo a pressão, o São Luiz fechou o placar aos 51′, devido a falta cobrada por Itaqui pela esquerda. O lateral bateu direto, e graças a multidão dentro da área, a bola enganou Rodrigo, que nada pôde fazer para evitar o terceiro gol do time da casa. Desta forma, o Alvirrubro se classificou ao chegar à vice-liderança, terminando com 23 pontos.

Foto Destaque: Reprodução/Bruno Golembiewski

Márcio Moreno
Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de ter escrito sobre handebol no jornal impresso da faculdade. Além do futebol, sou fã de tênis, basquete e Pro-Wrestling.

Artigos Relacionados