Santos Laguna x New York Red Bulls - Mexicanos querem a manutenção da vantagem na Concachampions

O Santos Laguna espera garantir sua vaga nas semifinais da Scotiabank Concacaf Champions League, em 2019, jogando contra o New York Red Bulls na volta das quartas-de-final, na noite de terça-feira (12), às 22h (horário de Brasília), no Estádio Corona, em Torreon. Na semana passada o placar foi de 2 x 0 para os Laguneros, dando a tranquilidade de poder perder por um gol de vantagem, que mesmo assim consegue avançar.

Santos Laguna

A equipe da casa é a atual 9ª colocada no Clausura Mexicano com 15 pontos conquistados e vem de três tropeços nos últimos cinco jogos. A ideia aqui é virar a chave para a competição continental, como tem feito nos últimos compromissos. A dupla de ataque formada por Javier Correa e Julio Furch tem sido fundamental no torneio, e é nela as esperanças de gols depositadas. Na defesa, o goleiro Jonathan Orozco vem se mostrando seguro, foi graças a ele que a meta não foi vazada e o time pode chegar para esse duelo um pouco mais confortável.

Provável escalação: J. Orozco; J. Abella, H. Nervo, Doria e J. Angulo; M. Moreno, D. Valdes, J. Vazquez e B. Lozano; J. Correa e J. Furch. Técnico: Salvador Reyes.

https://twitter.com/ClubSantos/status/1105242003644678146

New York Red Bulls

Para essa partida, os americanos querem se inspirar no torneio do ano passado, quando fez algo histórico: pela primeira vez um time da MLS conseguiu uma vitória em solo mexicano, pela Concacaf Champions League. Nesta mesma fase, os Bulls bateram o Tijuana por 2 x 0, no primeiro jogo do duelo, que culminou no avanço americano na competição. O grande nome daquele foi Wright-Phillips, autor dos gols daquela partida e ele é novamente a maior esperança de reverter a situação que seu time se colocou.

Provável escalação: Robles; K. Duncan, A. Long, T. Parker e C. Lade; A. Muyl, Kaku, S. Davis e D. Royer; M. Rzatkowski e B.W. Phillips. Técnico: Chris Armas.

https://twitter.com/NewYorkRedBulls/status/1105483589939089411

Retrospecto

O jogo da semana passada foi o único entre os times em toda a história. Em casa, pela competição, o Santos Laguna venceu em 23 oportunidades, empatou três e perdeu apenas uma vez. Enquanto isso, longe de casa o time de Nova York venceu apenas duas jogando longe de casa, sendo derrotado em três chances.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Artigos Relacionados