Santos e Ceará empatam sem gols e adiam decisão da vaga na Copa do Brasil

- Com um a mais em metade da partida, Vozão não conseguiu traduzir o domínio em gols
Santos e Ceará empatam na Vila Belmiro pela Copa do Brasil 9Foto: Reprodução / Ivan Stort)

Nesta quarta-feira (28), Santos e Ceará entraram em campo pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Assim, na Vila Belmiro, as equipes fizeram uma partida bastante disputada e com um clube melhor em cada tempo. Logo, o empate sem gols foi justo pelo que produziram. Melhor para o Vozão que leva a decisão para a Arena Castelão sem nenhuma desvantagem, apesar de ter atuado um tempo inteiro com um a mais, após a expulsão de Lucas Veríssimo.

1º TEMPO

Querendo aproveitar o fator casa, o Santos começou a partida em cima do Ceará com Marinho já finalizando duas vezes com cinco minutos. Assim,  após escanteio, Marinho dominou a bola e bateu com muito perigo para o gol, Lucas Veríssimo quase completou para as redes. Logo, depois do abafa inicial, o Vozão respondeu com Léo Chú que cabeceou, livre de marcação, mas para fora. Aos 15′, em boa trama, Felipe Jonatan deu passe para Jobson que cabeceou com perigo.

Assim, com o passar do tempo, o ritmo diminuiu e a partida ficou mais equilibrada. Logo, aos 22′, Lucas Braga finalizou para fora. Em seguida, Soteldo fez grande jogada individual e bateu para defesa de Fernando Prass, no rebote, Lucas Braga cabeceou por cima. Na sequência, o Ceará respondeu com Vinicius aproveitando sobra na entrada da área e chutando com perigo para boa defesa de João Paulo, que evitou o gol. No entanto, na reta final, Lucas Veríssimo levantou o pé e acertou a cabeça de Rafael Sóbis e foi expulso pelo Santos, após consulta ao VAR.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, com um a mais, o Ceará recomeçou pressionando e, aos 3′, Léo Chú aproveitou erro do Santos na saída de bola e bateu com força, no cantinho, mas para fora. Em seguida, a resposta do Peixe veio com Marinho, ele pegou a sobra após cruzamento e bateu para o gol, Fernando Prass defendeu. Na sequência, em outra boa chegada santista, Soteldo fez ótima jogada e bateu, mas para fora. Assim, com um início movimentado, o Vozão teve nova boa chance com Rafael Sóbis. Aos 13′, Marinho chegou novamente e finalizou para ótima defesa do goleiro visitante.

Com a vantagem em campo, o Ceará passou a ter mais volume de jogo e colocou todos os seus jogadores no campo de ataque em busca do gol. Assim, aos 23′, Vinicius tabelou com Rafael Sóbis, que deixou Rick na cara do gol, mas o atacante bateu por cima. Em seguida, Rick recebeu lançamento e balançou as redes para o Vozão, mas o árbitro anulou por toque de mão. Já na reta final, Fabinho se livrou da marcação e cabeceou sozinho, mas sem direção para o gol. No fim, Marinho ainda finalizou com perigo para uma defesa de mão trocada de Fernando Prass. No entanto, não surtiu efeito e as equipes empataram sem gols.

SANTOS x CEARÁ – E AGORA?

Dessa forma, com  o resultado, a decisão da vaga nas quartas de final ficou, realmente, para o jogo da volta, na Arena Castelão. Assim, qualquer placar de vitória dá a classificação ao vencedor. Já em caso de novo empate, por qualquer marcador, a definição será nos pênaltis. Agora, as equipes se voltam para o Brasileirão. Logo, o Ceará visita o Botafogo, no sábado (31), ás 17h (horário de Brasília). Enquanto que o Santos recebe o Bahia, no domingo (1/11), às 18h15 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS – SANTOS x CEARÁ

Em breve.

Foto Destaque: Reprodução / Ivan Stort

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo