Coordenador

Na tarde da última terça-feira (19), o Santos demitiu o superintendente Felipe Ximenes e o coordenador de futebol Marcio Santos. No entanto, algumas fontes afirmaram que foi um corte necessário para os cofres do time e para boa relação do elenco.

SANTOS FUTEBOL CLUBE 

Em nota, o clube justificou as demissões como um ajuste estrutural dentro do clube. Portanto, confira a nota do oficial Peixe justificando as demissões dos funcionários:

“O Santos Futebol Clube anuncia o desligamento dos profissionais Felipe Ximenes e Márcio Santos, que ocupavam os cargos de superintendente de esportes e coordenador de futebol, respectivamente. O clube agradece a ambos pelos serviços prestados à instituição nos últimos meses. A decisão foi tomada como consequência da nova política estrutural do Clube. Respeitamos muito as histórias desses dois profissionais e desejamos sorte em suas carreiras, certos de que seguirão colaborando com o sucesso e evolução das equipes que atuarem” afirmou o Santos em nota. 

DEMISSÃO  

Antes de mais nada, demissão do coordenador de futebol e do superintendente já era algo planejado. Após reunião do comitê de gestão na última segunda-feira (18). No entanto, tudo indicava que a diretoria santista iria aguardar o fim da Libertadores para efetivar a demissão. Pois, existia o medo de criar uma turbulência no dia a dia do CT Rei Pelé.

Primeiramente, Felipe não tinha boa relação com os líderes do elenco. Além disso, a situação piorou após a promessa de pagar os salários. Ele deu entrevista anunciando o pagamento e nada foi pago. Com isso, o maior objetivo da atual gestão é a transparência com os atletas.

COORDENADOR DE FUTEBOL 

Antes de mais nada, o caso de Márcio Santos, o problema é outro. Os novos dirigentes não entenderam a chegada do profissional e muito menos sua função. Além disso, o mesmo não lidava com o mercado e nem com a diretoria. Portanto, pouco conversava com Cuca e os jogadores.

Com a saída de Felipe Ximenes, o Peixe também decidiu dispensar Marcio Santos. Ambos tinham contrato até fevereiro e foram trazidos pelo ex-presidente Orlando Rollo. Com as saídas de Felipe, o gerente Jorge Andrade passa a ser a referência no departamento de futebol profissional. Ele tem ótima relação com o técnico Cuca.

Foto Destaque: Divulgação / Santos 

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.

Artigos Relacionados