Santa Cruz x Salgueiro – Prognóstico da final do Campeonato Pernambucano 2020

- Enquanto a Cobra Coral busca mais uma conquista estadual, o Carcará pode conquistar seu primeiro título de elite
Santa Cruz x Salgueiro

Nesta quarta-feira (5), Santa Cruz e Salgueiro voltam à campo para a o jogo da volta da final do Campeonato Pernambucano. Assim, a partida acontece às 21h30 (horário de Brasília) e terá como palco o Estádio do Arruda. Dessa forma, diante do empate na primeira partida, a definição ficou para este confronto, já que nenhuma das equipes levam vantagem para o derradeiro duelo.

Verificado
REGISTE-SE NO BET365 > 365APOSTAS
Bônus e Detalhes das ofertas
NOVOS CLIENTES: OBTENHA ATÉ R$200 EM CRÉDITOS DE APOSTA.USO CODIGO BONUS 365APOSTAS
Termos e Condições:

Retornos excluem valor em Créditos de Aposta. Aplicam-se T&C, limites temporais e exclusões. O código de bônus 365APOSTAS pode ser usado durante o registro, mas não altera o valor da oferta de forma alguma.

Expira em: 31-12-2020
Última verificação: há 2 dias

SANTA CRUZ

Ainda invicto no Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz volta à decisão após três anos. Assim, chega em alta após vitória, nos pênaltis, no Clássico das Emoções pela semifinal e no Clássico das Multidões pela última rodada da primeira fase. Logo, a campanha sem derrotas ainda tem oito triunfos e três empates, sendo um deles contra o Central, em Caruaru. Dessa forma, a única vez que não venceu em casa, onde tem cinco vitórias e um empate, foi no duelo das semifinais contra o Náutico. Além disso, marcou 10 gols e sofreu dois tentos, como mandante.

SALGUEIRO

Chegando a sua terceira final nas últimas seis edições, o Salgueiro atesta o status de quarta força do estado. Assim, possui uma campanha de seis vitórias, dois empates e três derrotas, em 10 jogos. Atuando fora de casa, o Carcará tem dois triunfos e duas derrotas. Além disso, marcou quatro gols e sofreu outros quatro tentos, como visitante.

RETROSPECTO – SANTA CRUZ x SALGUEIRO

Historicamente, Salgueiro e Santa Cruz já se enfrentaram em 41 ocasiões. Assim, a vantagem é do Tricolor da Capital com 17 vitórias contra 12 triunfos do Tricolor do Sertão. Logo, houve outros 12 empates. A saber, na primeira e, até agora, única vez que se defrontaram em finais, a Cobra Coral empatou, em Salgueiro, e foi campeão estadual, no Arruda, ao vencer por 1 x 0, em 2015.

APOSTA INDICADA E PALPITE

Dessa forma, sem muita disposição para correrem riscos de levarem desvantagem para o Arruda, as equipes jogam, dessa vez, como se partida única fosse. Assim, tudo pode ocorrer, já que o Santa Cruz não terá o fator público a seu favor, apenas as condições do gramado. Logo, o jogo se apresenta imprevisível diante do equilíbrio dos clubes. No entanto, pela maior experiencia em finais e por jogar em casa, os Tricolores da Capital devem comemorar, com uma vitória por 2 x 1, o 30º título pernambucano.

Odds: em breve.

Foto Destaque: Divulgação / FNV

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 688 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo