San Lorenzo e Boca Juniors fazem duelo decisivo na Superliga

San Lorenzo x Boca Juniors é o grande confronto da 14ª rodada da Superliga Argentina, que começa nesta sexta-feira (02/02). Três jogos abrem a rodada. No sábado, tem mais quatro partidas, sendo o destaque para o Unión de Santa Fé que visita o Rosário Central e pode ir a 28 pontos, com possibilidade de ficar em segundo lugar. O River Plate recebe o Olimpo e precisa somar pontos.

Mas os holofotes estão voltados mesmo é para o domingo, mais especificamente para o duelo decisivo entre o vice San Lorenzo e o líder Boca Juniors, no estádio Nuevo Gasómetro. Se alguém quiser incomodar o Xeneize, essa é a chance. O San Lorenzo tem 27 pontos e o Boca, 33. O fechamento da rodada acontece na segunda-feira, com três jogos. Brigando lá em cima, o Talleres enfrenta o Temperley, fora de casa, e se ganhar chega a 27 pontos. Veja todos os detalhes do Campeonato Argentino.

SUPERLIGA ARGENTINA – 14ª RODADA

02/02 – Sexta-feira

Patronato x Godoy Cruz – 20h

O Rubro-Negro, da cidade de Paraná, recebe o Godoy Cruz e precisa vencer para continuar fora da zona de rebaixamento. O Patronato é o 18º colocado, com 16 pontos na Superliga. No entanto, na tabela de descenso, o clube rubro-negro está em 23º lugar, com uma média de pontuação de 1.186. Caem cinco times, sendo que o primeiro da zona da degola é o Olimpo, com 1.078 pontos.

O Godoy Cruz está com a moral em alta, vem de duas vitórias. E se conseguir o terceiro triunfo consecutivo, passa a sonhar com vaga na Libertadores. El Tomba está na 10ª posição, com 20 pontos, quatro atrás do Huracán que é o quinto – zona de classificação para Libertadores. E ainda tem um jogo atrasado a fazer contra o Lanús, no dia 7 de fevereiro, pela 10ª rodada. Veja histórico de confrontos.

Argentinos Juniors x Defensa y Justicia – 20h

Partida importante para ambas as equipes, que fazem confronto direto. O Argentinos Juniors tem 20 pontos e figura na oitava colocação. Se vencer, aproxima-se da zona de classificação para a Libertadores de 2019. Já o Defensa y Justicia vai com tudo para conseguir um triunfo e continuar mirando a Sul-Americana. El Halcón é o 15º colocado, com 18 pontos e, caso vença, pode ultrapassar os Colorados.

O Juniors vêm embalado depois de derrotar o San Martin por 2 a 0, em casa, com a estreia do atacante Lucas Barrios. Mas não vai ser fácil derrotar os visitantes. Vale lembrar que o último confronto entre os dois clubes foi uma goleada de 5 a 1, para Justicia, em pleno estádio Diego Armando Maradona. Veja histórico de confrontos.

Foto: Emmanuel Fernandez

Belgrano x Lanús – 22h15

El Pirata, como é conhecido o Belgrano, vai contar com o apoio de sua torcida celeste apaixonada, em Córdoba, para seguir na parte de cima da tabela. O clube cordobense está no sexto lugar, com 23 pontos. Detalhe, está há seis rodadas sem perder – sendo que venceu quatro partidas e empatou duas. A última derrota na Superliga foi contra o Boca Juniors, em La Bombonera, por 4 a 0, em outubro do ano passado.

Já o Lanús, do atacante Lautaro Acosta, tenta se recuperar no campeonato argentino. Sem vencer há seis jogos, o time grená está na 22ª colocação, com 14 pontos. Lembrando que o Lanús tem um jogo a menos. Vai jogar contra o Godoy Cruz no dia 7 de fevereiro, pela 10ª rodada. Veja histórico de confrontos.

03/02 – Sábado

Banfield x Atlético Tucumán – 18h

El Taladro recebe o Atlético Tucumán num confronto direto na tabela. O Banfield é o 14º colocado, com 18 pontos. El Decano está em 15º lugar, com 19 pontos. As duas equipes vêm de vitória na rodada anterior. O Banfield derrotou o Tigre por 2 a 1, e o Tucumán goleou o Temperley por 3 a 0.

O atacante Darío Cvitanich é a principal esperança de gols para o Banfield. O número 9 já fez seis tentos nesta Superliga. Provavelmente, o técnico Julio César Falcioni irá poupar jogadores devido a Libertadores. El Taladro enfrenta o Independiente del Valle, no Equador, pelo jogo de volta da primeira fase do torneio continental. A primeira partida foi 1 a 1. Veja histórico de confrontos.

Rosario Central x Unión – 18h

Os canalhas, que estão na 21ª colocação, com 14 pontos, vão pegar o Unión de Santa Fé. Vai ser difícil para os donos da casa pararem o Tatengue, que vem embalado na terceira posição, com 25 pontos. As equipes já se enfrentaram 52 vezes na elite da Superliga. Foram 20 vitórias para o Unión, 14 para o Rosário Central e 18 empates. Veja histórico de confrontos.

Foto: Luis Cetraro/jr

Colón x Independiente – 20h15

Em mais um confronto direto nesta rodada da Superliga, Colón pode ultrapassar o Independiente. O time de Santa Fé está na nona posição, com 20 pontos. Já o Diablo Rojo está em 7º lugar, com 22 pontos. Ambos vêm de derrota: Colón perdeu para o Boca por 2 a 0; e o Independiente foi derrotado pelo Estudiantes por 2 a 1. El Rojo confirmou na última quarta-feira, a contratação do atacante Silvio Romero, que estava no América do México. A negociação custou 4,2 milhões de dólares para os cofres do Rey de Copas. Veja histórico de confrontos.

River Plate x Olimpo – 22h30

Numa situação nada confortável, o River precisa vencer para começar a subir na tabela. Os Millonários são 20º colocados, com 15 pontos. Já o Olimpo está na 26ª posição, com 9 pontos, e luta para escapar do rebaixamento. O técnico Marcelo Gallardo deve manter a mesma equipe, que perdeu para o Huracán, e Pratto provavelmente continua na reserva.

Em coletiva de imprensa, Gallardo discordou de jornalistas que afirmam que o River passa por uma crise por causa da má fase no campeonato argentino. “Jogamos apenas uma partida, me parece um pouco exagerado. Na semana passada, não se falava em nenhuma crise. Ganhamos do Boca no Torneio de Verão e não se falava em crise”, disse el Muñeco. Veja histórico de confrontos.

Foto: Site Oficial CA River Plate

04/02 – Domingo

Arsenal de Sarandí x Gimnasia – 18h

El Arse entra em campo diante de sua torcida para tentar a sua segunda vitória na Superliga. Do outro lado, o Gimnasia quer o seu sétimo triunfo e encostar na zona de classificação para a Sul-Americana. Com péssimo desempenho, o Arsenal é o lanterna e somou apenas cinco pontos. El Lobo, o adversário do próximo jogo, é 19º colocado, com 16 pontos. O Gimnasia é o favorito para essa partida. Mas se considerar o histórico de confronto entre as duas equipes no campeonato argentino, El Arse leva a melhor. Os clubes se enfrentaram 24 vezes, sendo que foram 10 vitórias para o time de Sarandí, quatro para o Gimnasia e houve 10 empates. Veja histórico de confrontos.

Estudiantes x Newell's Old Boys – 18h

O Estudiantes pode se aproximar da zona de classificação para a Libertadores se vencer o Newell's Old Boys. El Pincha é 11º colocado, com 20 pontos, quatro a menos que o quinto colocado, o Huracán. Já os leprosos estão tentando somar pontos para sonhar com uma vaga na Sul-Americana. O Newell's está em 23º lugar, com 13 pontos, sete atrás do Estudiantes. Lembrando que os cinco primeiros vão para a Libertadores e o do sexto ao 11º vão para a Sul-Americana. Veja histórico de confrontos.

San Lorenzo x Boca Juniors – 20h15

Um jogaço de arrepiar: San Lorenzo x Boca Juniors, um dos clássicos tradicionais do Campeonato Argentino. Além da grandeza dos dois clubes, a briga pelo título vai esquentar ainda mais este duelo. El Ciclón está em segundo lugar, com 27 pontos. Já o Xeneize é o líder absoluto com 33 pontos. São seis pontos de diferença entre as duas equipes.

SAN LORENZO

O San Lorenzo é muito forte dentro de casa. Nesta temporada, diante de sua torcida, no estádio Nuevo Gasómetro, os Cuervos venceram quatro vezes, empataram duas e perderam apenas uma. O principal jogador do time azul grená é o atacante Nicolás Blandi, que tem seis gols marcados na Superliga. Blandi que foi, inclusive, pretendido pelo Grêmio e pelo Flamengo neste início de ano.

E quem deverá jogar nesta partida contra o Boca é o experiente zagueiro Fabricio Coloccini, aquele que jogou na seleção, no Milan, no Atlético de Madrid, no Deportivo La Coruña e no Newcastle. O técnico Claudio Biaggio reintegrou o zagueiro de 36 anos que não joga uma partida oficial há sete meses. E vale lembrar que El Ciclón não está na Libertadores deste ano.

Foto: Site Oficial San Lorenzo

BOCA JUNIORS

O Boca Juniors vem embalado depois da reestreia de Carlitos Tevez numa La Bombonera lotada. Tevez jogou os 90 minutos na vitória sobre o Colón, por 2 a 0. O camisa 32 jogou bem, foi participativo e deu assistência para o segundo gol. A torcida boquense ovacionou o ídolo que regressou a casa e mostrou que está com muita vontade de ser campeão novamente pelo Boca.

O time Azul y Oro vai com tudo para cima do San Lorenzo, pois uma vitória aumentaria a vantagem de seis para nove pontos. Lembrando que o Boca Juniors estreia na Libertadores no dia 3 de março, contra o Alianza Lima, do Peru. E construir uma ampla vantagem agora vai ser importante para o técnico boquense Guilhermo Schelotto conciliar a reta final do campeonato argentino e a Libertadores.

Foto: Site Oficial Boca Juniors

Possível mudança na formação: O capitão xeneize Pablo Perez se recuperou de uma distensão muscular na coxa esquerda que sofreu no jogo contra o Aldosivi, pelo torneio de verão, há duas semanas. Perez treinou normalmente na última quarta-feira e pode retornar a equipe titular contra o San Lorenzo. Se isso acontecer, é bem provável que o técnico Schelotto coloque Tevez para exercer a função do 9 (o atacante Walter Bou iria para o banco). Portanto, sairia da formação 4-2-3-1 (com Tevez vindo de trás) e passaria para o 4-3-3 (com Carlitos centralizado no ataque e Cardona e Pavon nas pontas). Veja histórico de confrontos.

Racing Club x Huracán – 20h30

La Academia é o 17º colocado, com 16 pontos, e vai contar com a sua torcida azul-celeste para tentar superar o Huracán, em Avellaneda. A joia do Racing é o meia Lautaro Martínez. O camisa 10 ainda sonha em ser lembrado por Sampaoli na convocação final para a Copa do Mundo da Rússia. O Huracán está lá em cima, de olho no duelo entre San Lorenzo e Boca Juniors. El Globo está na quinta posição, com 24 pontos, e se vencer iguala os 27 pontos do San Lorenzo – se a equipe perder para o Boca.

La Academia trouxe um reforço conhecido dos brasileiros: Centurión. O atacante, que estava no Genoa, da Itália, estreou na rodada passada na derrota para o Unión de Santa Fé, por 2 a 1. Nos últimos treinamentos, Centu ficou na reserva e tudo indica que ele comece no banco diante do Huracán. O que chamou atenção é Centurión dar entrevista dizendo que merece ficar na reserva e acha justo outro companheiro pegar a titularidade, pois ele afirma que não está bem. Ainda expressou que jogou muito mal na sua estreia. O Racing é um dos sete clubes argentinos que estão na Libertadores. Veja histórico de confrontos.

05/02 – Segunda-feira

Temperley x Talleres – 20h

O Temperley precisa vencer para tentar sair da zona de descenso. Já o Talleres vem confiante e quer a vitória para encostar no San Lorenzo e mirar também o Boca. O mandante é o 24º colocado, com 12 pontos, e só triunfou duas vezes e empatou uma diante de sua torcida. O time cordobense está na quarta posição, com 24 pontos, e chega com duas vitórias consecutivas – ganhou na última rodada do San Lorenzo, por 2 a 0. Veja histórico de confrontos.

Foto: Goal.com

Chacarita Jrs x Vélez Sarsfield – 20h

O Chacarita Juniors encontra-se numa situação delicada. É o último na tabela de descenso, com um promédio de 0.692 pontos, sendo que caem quatro times e o primeiro fora da zona de rebaixamento é Tigre, com promédio de 1.179. O Vélez é o 16º colocado, com 17 pontos, e vem de uma vitória sobre o Defensa y Justicia. O time do técnico Gabriel Heinze pode contar com o reforço Mauro Zárate, que foi regularizado nesta terça-feira. O experiente atacante estava no Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Veja histórico de confrontos.

San Martin San Juan x Tigre – 22h15

O clube da cidade de San Juan recebe o desesperado Tigre, para tentar entrar na zona de classificação para a Sul-Americana. O San Martín está na 12ª posição, com 20 pontos, a mesma pontuação do Estudiantes, que ganha no saldo de gols. Já o Tigre é o penúltimo colocado, com oito pontos. As duas equipes jogaram nove vezes no campeonato argentino. Foram quatro vitórias para o San Martín, três para El Matador de Victoria e dois empates. Veja histórico de confrontos.

CLASSIFICAÇÃO

Vitor Hugo Souza
Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita. Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

Artigos Relacionados