Na noite desse domingo (7), o Sampaio Corrêa venceu o lanterna e já rebaixado Brasil de Pelotas, pelo placar de 2 x 1, no Castelão, em São Luís, Dessa forma, a vitória pela 34ª rodada da Série B do Brasileirão faz a Bolívia Querida abrir uma distância maior da zona de rebaixamento, que começava a ameaçar o Tricolor.

Um 1° tempo mais apertado do que deveria

Assim, as principais chances de perigo da equipe maranhense na primeira etapa foram com Roney. Aos 22′, driblando, cortando para o meio, para finalizar de fora da área, mas a bola passou perto do gol gaúcho. Aos 27′, foi a vez de Ciel, também de fora, mas parou em Marcelo, goleiro do Xavante.

Logo mais, aos 35′, novamente Ciel, de falta, bateu bem, mas o arqueiro adversário trabalhou e encaixou a bola com tranquilidade. Por fim, aos 40, a grande jogada de Pimentinha culminou no mau arremate de Gui Campana, que saiu pela linha de fundo.

Vitória do Sampaio no apagar das luzes

Por outro lado, os gols que não apareceram no 1° tempo, surgiram na 2ª etapa. Primeiramente, aos 8′, Pimentinha mostrou sua especialidade em produzir jogadas na direita de ataque tricolor, cruzou na pequena área e, após bate rebate, a bola sobrou para Roney completar para o gol e abrir o placar no Castelão.

No entanto, a alegria do torcedor presente ao Gigante do Outeiro não durou muito tempo. Aos 16′, Erison teceu bola enfiada dentro da área e finalizou no canto, sem chances para Luiz Daniel, empatando a partida para o Brasil de Pelotas. Por fim, aos 44′, mais uma vez Pimentinha foi arisco na direita e passou para Maurício, que tentou driblar para ambos os lados, mas acabou finalizando, com êxito, colocando novamente a Bolívia Querida na frente e fechando o placar em 2 x 1.

Próximo compromisso do Sampaio Corrêa e tabela

Na sequência, o Sampaio Corrêa, também no Castelão, recebe o Vila Nova, na próxima quinta-feira (11), às 19h (horário de Brasília). No momento, com a vitória, o Tricolor sobe para o 11° lugar, com 43 pontos, praticamente livre de queda para a Série C.

Foto destaque: Divulgação/John Tavares/Sampaio Corrêa FC

Payciúma Luiz