Saída iminente de Dudu é sinônimo de reinvenção no Palmeiras

- Atacante está acertando sua transferência para o Al-Duhail, do Catar, por empréstimo
Dudu Palmeiras (Foto destaque: Reprodução/Renato Pizzuto/BP Filmes)

A saída de Dudu é iminente. O desfecho parece mais perto do que nunca, já que o jogador deve viajar na terça-feira (14) para finalizar a negociação com o Al-Duhail, do Catar. Na corrente negociação, o acordo entre os times seria para um empréstimo de um ano, avaliado em 7 milhões de euros (cerca de R$ 42,5 milhões na cotação atual).

Entretanto, caso o clube sediado em Doha queira comprar o brasileiro em definitivo, deve desembolsar mais R$ 36,3 milhões, obtendo assim 80% dos direitos do atleta. Além disso, o Alviverde permaneceria com 20% para uma possível venda futura. Mas ainda há a possibilidade de que o Palmeiras receba mais 1 milhão de euros (aproximadamente R$ 6 milhões) de bônus por metas alcançadas. Assim, a coluna Rasgando o Verbo questiona: quem pode substituir Dudu no Palmeiras?

CHEGADA SURPRESA E INÍCIO VENCEDOR

Dudu chegou ao Palmeiras em janeiro de 2015. Contudo, à época, o atleta era disputado pelos rivais Corinthians e São Paulo. Portanto, a ida para o Alviverde foi considerada uma grande surpresa. Vindo do Grêmio, o jogador seria junto com Zé Roberto as estrelas desejadas para ajudar em uma reconstrução do clube paulista, que contava pela primeira vez com o apoio do forte patrocinador.

O primeiro ano de relacionamento já foi marcante. Dudu se tornou peça-chave do time comandado por Marcelo Oliveira, sendo decisivo na conquista da Copa do Brasil. Na final contra o Santos, o atacante marcou os dois gols do clube e foi fundamental para o tricampeonato da competição. Em 2016, com uma base fortalecida e com o experiente Cuca no comando, Dudu fez uma dupla de ataque dinâmica com a então promessa Gabriel Jesus. O entrosamento deu resultado e, com a ajuda de um time competente e eficaz, o Palmeiras conquistou o Campeonato Brasileiro pela nona vez.

https://twitter.com/palmeiras/status/1136006364403253249?s=21

HISTÓRIA CONSOLIDADA, PROTAGONISMO E POLÊMICA

A partir da temporada de 2017, a relação com o Palmeiras se fortaleceu ainda mais. O jogador deixou para trás desconfianças de torcedores e aumentava ainda mais o destaque no time. Com isso, torcedores (palmeirenses ou não) começaram a pedir a convocação do atleta para a Seleção Brasileira. Todavia, o técnico Tite jamais o convocou para uma competição oficial e sim, apenas para um amistoso, em janeiro do mesmo ano, contra a Colômbia (vitória por 1 x 0 , curiosamente, com gol de Dudu).

Mesmo que o ano tenha sido decepcionante para o Palmeiras, já que o clube não conquistou títulos, Dudu seguia trilhando caminhos e se destacando. Dessa maneira, as decepções foram esquecidas com a brilhante campanha de recuperação no Campeonato Brasileiro de 2018. Após começar atrás dos concorrentes na luta pelo título, sob o comando de Felipão, o time se recuperou e terminou o ano com mais um título: 0 10º do clube na competição).

https://twitter.com/dudu7palmeiras/status/1280520553896513536?s=21

Com um tenso final de temporada em 2019, o Palmeiras passaria por reformulações. Alexandre Mattos e Mano Menezes deixaram o clube, além de atletas consagrados como o goleiro Fernando Prass e o zagueiro Edu Dracena. Todavia, Dudu, que volta e meia recebia propostas milionárias, principalmente da China, refutava a possibilidade de deixar o Alviverde e chegou a confirmar isso, em entrevista recente ao Bola da Vez, da ESPN. Contudo, o Al-Duhail mudou definitivamente os planos do jogador.

Entretanto, não se pode deixar de citar que a saída se dá em um difícil momento na vida particular de Dudu, já que o atleta enfrenta acusações de agressão movidas por sua ex-esposa. Dessa forma, vídeos demonstrando uma forte discussão do casal foram divulgados a imprensa. Além disso, o Al-Duhail chegou a informar que avaliaria todas as gravações, o que esfriou as negociações, quase as levando à estaca zero.

OPINIÃO: SEM DUDU, PALMEIRAS PRECISA SE REFORMULAR

A saída de Dudu é iminente. O jogador nunca esteve tão próximo de deixar o Palmeiras nos cinco anos em que vestiu a camisa do clube. Com 70 gols em 305 jogos pela equipe, nunca deixou de ser uma peça fundamental a uma instituição que, aparada em uma potente patrocinadora, acostumou-se a contratar craques e voltar a vencer títulos, depois de anos dolorosos com rebaixamentos e crises financeiras e administrativas.

Todavia, não é a saída do atleta que deve parar a vida do Palmeiras. Sem jogos desde março, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo deve buscar, com certa urgência, uma confiável peça de reposição. Este substituto pode vir do próprio clube ou até ser contratado. Porém, o ato de contratar pode ser um desafio, já que, com a crise causada pela pandemia, o clube paulista, junto a outros brasileiros, sofreu um duro golpe com a falta de receitas.

Assim, seja em um maior aproveitamento de jovens da base ou até mesmo em uma alteração de esquema de jogo, o Palmeiras sabe que irá mudar seu estilo de jogar. Dudu era o principal motor na criação de jogadas e, sendo assim, isso não será mais possível, uma vez que ele se ausente definitivamente. Jovens atacantes, como Luan Silva e Gabriel Veron, foram utilizados e agradaram a comissão técnica e, portanto, podem vir a se tornar soluções imediatas.

A saída de Dudu é iminente. Todavia, Luxa deve encontrar exatamente uma nova forma de se construir jogadas, para que mesmo sem o ídolo, o Alviverde não deixe de ser forte e mantenha seu ímpeto ofensivo. Logo, é sempre necessário salientar que o time não deve mudar a sua natureza durante as partidas. Reformular será necessário e  não serão poucos os desafios para desempenhar este exercício. Porém, o Palmeiras tem condição de fazê-lo.

Foto destaque: Reprodução/Renato Pizzuto/BP Filmes

BetWarrior


Poliesportiva


Lucca Smarrito
Lucca Smarrito
Desde pequeno sou apaixonado por esportes, principalmente futebol. Decidi fazer Jornalismo justamente porque amo escrever e trabalhar nesta área, principalmente a qual eu sonho, seria fantástico. Já participei da cobertura de um jogo da Suburbana de Curitiba em 2019 como comentarista, através de um projeto ofertado pela Universidade, além de ter escrito artigos de opinião e participado dos programas esportivos de rádio do curso. Também tenho uma página no Instagram não oficial sobre meu time. Acredito fielmente na importância do mesmo como um instrumento de inclusão social e fortalecimento de laços dentro da nossa sociedade, bem como a formação do caráter de um ser humano e sua capacidade de apaixonar e socializar. Sou estudante do segundo ano de Jornalismo da PUC-PR e tenho o objetivo e é claro, o sonho, de cobrir grandes eventos do mundo esportivo, tais como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. Sou uma pessoa extremamente dedicada e estou sempre interessado em aprender coisas novas, para adquirir o máximo de conhecimento possível nesta profissão tão incrível como o Jornalismo.

    Artigos Relacionados

    Topo