O comandante do líder Sporting deverá cumprir suspensão mais uma vez. Nesse sentido, o fato atual envolve novamente a partida contra o Porto em outubro de 2020. Afinal, Ruben Amorim já havia sofrido uma punição anteriormente em decorrência do jogo em questão.

Ruben Amorim e o caso passado

Em 17 de outubro de 2020, o Sporting recebeu o Porto pelo Campeonato Português e o embate terminou empatado por 2 x 2. No entanto, a partida ficou marcada pela grande polêmica envolvendo Ruben Amorim e a equipe de arbitragem. Afinal, o comandante dos Leões foi expulso após insultas aos árbitros em campo.

O Conselho de Disciplina julgou a atitude e aplicou uma suspensão de oito jogos ao treinador. Porém, essa penalização caiu para seis partidas, pois foi levado em consideração um pedido de desculpas do comandante.

Ruben Amorim em coletiva. (Divulgação/ Sporting CP)
Ruben Amorim em coletiva. (Divulgação/ Sporting CP)

A atual punição de Ruben Amorin

Infelizmente, a mesma situação veio à tona recentemente. Afinal, o Conselho de Disciplina julgou a fala do treinador na coletiva de imprensa após a partida contra o Porto. Sendo assim, Ruben Amorim se queixou de um tratamento diferente perante a equipe de arbitragem em relação ao rival Sérgio Conceição. Dessa forma, o conselho decidiu suspendê-lo em seis partidas, o que leva o técnico a perder a disputa dos Leões contra o Rio Ave, nesta quarta-feira (5).

Sporting se posicionou em relação a suspensão e se demonstrou completamente contrário. Em suma, a equipe de Lisboa colou a decisão como injusta e desproporcional, pois acredita que o conselho deixou de punir, ou puniu de maneira mais leve outros treinadores por situações consideradas mais graves que a de Ruben Amorim.

Foto destaque: Divulgação/ Sporting CP

Alec William
Alec William
Me chamo Alec William, tenho 23 anos e atualmente curso Ciências do Esporte na FCA-Unicamp. Acredito que minha paixão em contar histórias e esboçar minha opinião por meio da escrita surgiram antes mesmo do amor pelo futebol. Mas ao mergulhar nesse mundo esportivo, surgiu minha segunda paixão, o futebol, que passei a associar com minha escrita como um meio de esboçar minhas ideias e opiniões em cima daquilo que vejo e vivencio dentro do esporte, além de almejar um espaço e reconhecimento dentro desse mercado. Trabalhei durante um ano como redator de artigos esportivos e desde lá venho aprendendo e me encantando cada vez mais com a área. Costumo ser bem claro em relação as minhas opiniões acerca do futebol, pois acredito que sim, temos verdades absolutas como a de que Neymar é um craque, mas isso não significa que eu vá sempre escalar ele no meu time, o futebol é feito de situações e momentos, onde nem sempre o melhor vai ser o essencial.

Deixe uma resposta