Rolês aleatórios de R10: Academia de Letras, prisão, filme de luta e mais

- O ex-jogador já fez de tudo durante os seus 40 anos de vida
Ronaldinho R10 Rolê Aleatório

Sem dúvida, Ronaldinho Gaúcho, R10, é um dos melhores jogadores que vimos atuar nos últimos anos. Conhecido pelos dribles desconcertantes e pela irreverência dentro, e fora, de campo, o jogador é aclamado no mundo todo. Além disso, o Bruxo também é conhecido por seus rolês, no mínimo, inesperados, o mais recente foi a prisão no Paraguai. Desse modo, nós do Futebol na Veia iremos relembrar os rolês mais aleatórios realizados por Ronaldinho

JOGOS FESTIVOS

Decerto, todos lembram da irretocável passagem de R10 no Barcelona da Espanha. Todavia, esse não foi o único Barça defendido pelo atleta, afinal em 2016 ele viajou até o Equador para vestir as cores do Barcelona de Guayaquil. Durante a entrada no Estádio Monumental, vestindo a camisa 91,  Ronaldinho foi ovacionado e homenageado pela torcida equatoriana. A partida, diante da Universidad San Martín-PER, terminou com a vitória canária por 4 x 3. O Bruxo participou de um do gols, oferecendo uma assistência para Damián Diaz. Vale lembrar que essa não foi a única participação do jogador em times aleatórios. Ronaldinho também fez amistosos pelo Santa Fé-COL, Cienciano-PER, Real España-HON e Motagua-HON.

PARTICIPAÇÃO NA MÚSICA “VAMOS BEBER”

Meses depois da conquista da Copa Libertadores pelo Atlético Mineiro, R10 protagonizou uma das cenas mais curiosas de sua carreira. Ainda em atividade, o jogador recebeu o convite para participar do clipe “Vamos beber”. A música, composta por Dennis DJ, juntamente com a dupla João Lucas e Marcelo, foi sensação no carnaval de 2014 Brasil afora. O fato mais curioso desse episódio é que no hit Ronaldinho incentivou o consumo de bebidas alcoólicas, mesmo possuindo contrato com o Galo. Além de proferir a frase “quem chapado ai levanta a mão”.

R10, O MÉDICO?

A foto divulgada em 2016, onde R10 aparece com jaleco e touca de médico despertou a curiosidade de seus fãs. Entretanto, Ronaldinho não estava em um hospital e sequer excerceu a função de um profissional da saúde. Naquela oportunidade o então ex-jogador, foi contratado pela Nugevity, empresa parceira da NASA, que produz suplementos alimentares para ser o garoto propaganda da marca. O Bruxo utilizou todo aquele aparato em uma visita nas dependências da fábrica durante a divulgação da parceria. Assis, irmão e empresário de R10, aparece na foto, o último da esquerda para a direita.

Bruxo no rolê

Foto: Reprodução/Facebook

PRISÃO NO PARAGUAI

Assis não apenas aparece no rolê citado acima, como também na última empreitada de Ronaldinho. Por certo, essa é a mais séria de todas as realizadas, e não foi cômica como as outras. Afinal no dia 9 de março de 2020, o ex-jogador e seu irmão foram detidos em um hotel no Paraguai. De acordo com uma denúncia, policiais paraguaios se dirigiram até a suíte do Bruxo e encontraram passaportes supostamente adulterados. Dessa maneira, os agentes encaminharam Assis e R10 a um presídio, a fim de impedir a saída de ambos do país. Contudo, no dia 7 de abril, quase um mês após a detenção, a justiça concedeu prisão domiciliar aos dois irmãos. Durante sua estadia na cadeia, Ronaldinho participou de alguns amistosos entre os internos, e até mesmo foi campeão. Curiosamente o prêmio do certame foi um leitão de aproximadamente 16 quilos.

EMBAIXADOR DO TURISMO

Em 2019, mais precisamente no mês de setembro, Ronaldinho Gaúcho foi nomeado embaixador do turismo. O convite, realizado pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), aconteceu mesmo sem R10 possuir permissão para sair do Brasil. Três anos antes, 2015, o ex-jogador e Assis foram condenados pela Justiça do Rio Grande do Sul por danos ambientais. Assim, os irmãos tiveram seus passaportes apreendidos. Questionada sobre tal empecilho, a Embratur afirmou que era “uma questão pessoal” e o Bruxo “usará perfis de suas redes sociais, que tem mais de 100 milhões de seguidores” para divulgar o país.

Paulo Negreiros - Embratur

Foto: Paulo Negreiros/Embratur

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

Após duas temporadas no Milan, Ronaldinho desembarcou no Brasil para assinar com o Flamengo. Há apenas quatro meses no Mengo, R10 recebeu a Medalha Machado de Assis, a mais alta honraria da Academia Brasileira de Letras (ABL). O convite surgiu pelo 110º aniversário do escritor José Lins do Rego, que era torcedor da equipe carioca. Além do jogador, o técnico Vanderlei Luxemburgo e Patrícia Amorim, então presidente do Flamengo, também foram agracidados com a medalha. Vale ressaltar que Lins do Rego exerceu a função de diretor do Fla em meados de 1935.

R10 Academia Brasileira de Letras

Foto: Divulgação

STAR WARS: O ÚLTIMO JEDIBRE

Em virtude de uma campanha publicitária, realizada pela cervejaria Heineken, R10 se vestiu de Obi Wan Kenobi. O intuito da marca era recriar lances marcantes realizados durantes os jogos da UEFA Champions League, utilizando filmes de grande sucesso. Decerto, o longa escolhido para Ronaldinho foi Stars Wars, onde o ex-jogador, trajado de protagonista da saga, cobrou uma falta por debaixo da barreira. Assim, recriando a jogada realizada pelo mesmo na partida entre Barcelona e Werder Bremen, na temporada 2006/2007 do certame continental.

FILME DE LUTA

Além de cantor, Ronaldinho também já desempenhou a função de ator. No ano de 2017, o Bruxo recebeu o convite para contracenar no filme “Kickboxer: A Retaliação”. Em suma, ele foi um dos treinadores do protagonista Kurt, interpretado por Alain Moussi. O mais curioso desse rolê é o fato de Ronaldinho não ser lutador, enquanto todos os outros personagens são especialistas, principalmente no MMA e boxe. Dentre eles estão Mike Tyson, Fabricio Werdum e Roy Nelson. Cá entre nós, esse Bruxo não perde uma!

Foto destaque: Montagem

BetWarrior


Poliesportiva


Luciano Massi
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

    Artigos Relacionados

    Topo