Roger Machado critica horário de partida de Flu e Cuiabá

O Fluminense conquistou a primeira vitória no Campeonato Brasileiro neste domingo (6). Sendo assim, por 1 x 0, jogando no estádio de São Januário, contra o Cuiabá, às 11h (horário de Brasília). Portanto, o treinador do Flu, Roger Machado, criticou o horário do duelo.

“Um jogo difícil, em um horário ruim, que o adversário está mais habituado que nós a jogar. Às vezes me parece que o futebol brasileiro pensa que está em Londres. No inverno de Londres jogando às 11h da manhã. Uma coisa é você jogar às 11h da manhã em Santa Catarina, no Paraná, no Rio Grande do Sul, no inverno.”

Além do questionamento sobre o horário escolhido, o técnico falou sobre a boa atuação do Flu e fez uma análise do embate. Da mesma forma, comentou sobre a maior posse de bola do Cuiabá.

“Um desgaste muito grande, mas sabíamos que o adversário viria com uma proposta de tentar explorar as costas dos laterais quando avançássemos ao ataque. De quando pressionarmos a bola para fazer um pivô de centro para romper uma linha de grande jogadores no ataque. E fizemos um primeiro tempo equilibrado, não sofremos muito, tivemos algumas oportunidades. Concluímos nossas chances”.

“Primeiro que o futebol não é uma disputa de quem tem mais posse de bola. É uma disputa de quem tem a posse de bola e consegue ser mais eficiente. Eu costumo analisar algumas métricas importantes que é a posse de bola relacionada a quantas vezes eu consigo finalizar ao gol adversário ou chegar no último terço do campo empurrando o adversário para trás. Eu posso ser extremamente ofensivo tendo 40% de posse de bola e chegando 10, 15 vezes no último terço finalizando 5 ou 6 vezes com perigo do que aquele que teve 60% de posse”.

https://twitter.com/FluminenseFC/status/1401569689164189701

Flu e Cuiabá

Dessa forma, o treinador elogiou Yago Felipe, que fez a assistência, e Gabriel Teixeira, o autor do gol da partida.

“E no segundo tempo com uma boa jogada com o Yago, que vem nessa nova mecânica de jogo, se destacando com um médio que faz essas flutuações, que ataca essas profundidade no corredor central para o lateral. E o Biel que vinha atuando bem, perseguindo seu gol no Brasileiro, conseguiu colocar a bola na rede numa das poucas oportunidades que sabíamos que íamos ter em uma equipe organizada. De tentar roubar a bola no campo de ataque no momento em que eles estavam um pouco abertos para se organizarem e acelerar o jogo como fizemos”.

Por fim, o comandante não poupou elogios ao time adversário. Assim, apontando a boa atuação do Cuiabá como uma valorização da vitória tricolor.

“O Cuiabá valorizou muito a nossa vitória, não se entregou em nenhum momento. Temos certeza que o Cuiabá fará um campeonato para se manter na elite, porque contratou jogadores experientes. Jogadores que contribuem muito para o futebol. Valorizamos muito estes 3 pontos, muito difícil a partida.”

Foto Destaque: Divulgação/Fluminense

Avatar
Juliana Veiga
Estudante de Jornalismo, carioca, 22 anos. Escolhi o jornalismo, pois é uma profissão admirável, que apresenta uma amplitude de áreas para atuação e possui a missão de informar e formar opiniões. Desde a minha infância sonhava em ser comunicadora, e a paixão pelo futebol sempre esteve presente em minha vida. Assim, tornando o jornalismo esportivo a primeira certeza que tive na profissão. Redatora em sites jornalísticos e apaixonada por esportes, escrita e fotografia.

Deixe uma resposta