Rodriguinho crê na possibilidade do Bahía reverter e ser campeão da Copa do Nordeste

- Na primeira partida da final, o Ceará bateu o Tricolor por 3 x 1
Rodriguinho

Em entrevista concedida à imprensa às vésperas da final da Copa do Nordeste, o meia do Bahia, Rodriguinho se mostrou confiante em sua palavras, além de analisar o desempenho no jogo anterior.

No entanto, para o camisa 10, houve erros que não deverão se repetir novamente, o time precisa de atenção. Dessa forma, Rodriguinho crê na possibilidade do Tricolor reverter a vantagem do Ceará e garfar o troféu de campeão regional.

Foi um jogo que ninguém saiu satisfeito pelo resultado. A equipe no primeiro tempo demonstrou que tem qualidade, que a gente consegue jogar, que a gente consegue criar oportunidades, até criamos boas oportunidades. Por ser uma final, um jogo mais pegado, a lição que fica são os erros e aprender com eles para minimizar e não errar mais como foi nesse último jogo. Na final, quando se erra, você prejudica todo um trabalho e isso fica muito complicado para reverter depois. Lógico que é possível, eu acredito no nosso time, acredito no trabalho e vamos colocar em prática agora”.

Segunda Chance

Por fim, o jogador que chegou ao Esquadrão de Aço em fevereiro, revelou uma frase de incentivo dita por seu irmão. Aliás, a correlação feita por ele demonstra que é preciso acreditar, mesmo tendo consciência do resultado.

Ele falou assim para mim depois do jogo: ‘Rodrigo, Deus deu oportunidade da final ser em dois jogos. Se fosse quarta, ou semifinal, a gente tava lamentando até hoje essa derrota que foi dura, doeu na alma. Mas Deus nos deu a oportunidade de ter o jogo da volta e a gente poder refazer essa história e tem a oportunidade de fazer melhor dessa vez’. É isso que a gente tem que levar para dentro do campo, essa consciência de que nós somos capazes nós podemos e nós vamos focar o tempo inteiro para isso”. 

Bahia e Ceará se enfrentam nesta terça-feira (4), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Foto Destaque: Felipe Oliveira/EC Bahia

Tathiane Marques

Sobre Tathiane Marques

Tathiane Marques já escreveu 278 posts nesse site..

Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

BetWarrior


Poliesportiva


Tathiane Marques
Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

    Artigos Relacionados

    Topo