Rodriguinho celebra invencibilidade nos Emirados Árabes

O meia Rodriguinho, do Bataeh Club, dos Emirados Árabes comemora marca expressiva. Revelado pelo Atlético-MG, além de passagem recente pelo Remo, o jogador alcançou a marca de 27 jogos seguidos sem derrotas. Em resumo, a sequência positiva teve início na temporada passada, quando ainda defendia o Al Orooba. Assim, pelo antigo clube, foram 15 jogos e doze vitórias e três empates.

Dessa forma, atuando pelo Bataeh Club, foram 12 jogos, com oito vitórias e quatro empates. Sendo assim, nos 27 jogos de invencibilidade, Rodriguinho marcou 12 gols além de 15 assistências para os seus companheiros, com isso fazendo a média de uma participação em gol por jogo.

A marca de Rodriguinho teve seu fim

Entretanto, a série invicta acabou no último jogo na partida contra o Dibba Al Hisn. O Bataeh foi derrotado por 2 x 1, a última derrota do meia havia ocorrido no dia 25 de dezembro de 2020. Aliás, Rodriguinho comentou sobre o longo período sem derrotas.

“Foi um companheiro do clube que me chamou atenção para essa marca, confesso que não sabia. Faltou pouco para completar um ano sem derrotas e isso é uma marca expressiva. Fico feliz pelo momento especial na minha carreira. Agradeço a cada um dos companheiros de clube, pois, sem eles, nada disso seria possível”, disse.

O Bataeh Club é atualmente o 3° colocado na segunda divisão dos Emirados Árabes. A equipe soma 20 pontos, estando perto do objetivo. Os dois primeiros colocados garantem a vaga na primeira divisão da próxima temporada. Rodriguinho falou sobre a briga pelo acesso.

“O campeonato está muito nivelado, já que todos os times têm feito bons jogos e nenhuma equipe conseguiu desgarrar na frente. Estamos na disputa e espero que a nossa equipe possa conquistar o acesso para a primeira divisão na próxima temporada”, concluiu.

 

Foto: Divulgação/Bataeh Club

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.