Rodada do Brasileirão é marcada por polêmica na arbitragem

- Diversos clubes foram prejudicados na 3° rodada do campeonato
Arbitragem

A última rodada do Campeonato Brasileiro que aconteceu no fim de semana deu o que falar. A arbitragem polêmica em diversos jogos gerou uma onda de revolta nos clubes. Gols anulados e impedimentos marcados erroneamente causaram grandes protestos por parte dos jogadores e técnicos dos clubes.

Em jogo no Estádio Independência, em Belo Horizonte, o Atlético-MG, que jogava contra o Corinthians, teve gol anulado após dois minutos de paralisação. O arbitro alega ter visto toque de mão do jogador Ricardo Oliveira, e anulou o gol do atacante Roger Guedes, que aos 41 minutos do segundo tempo, marcou novamente para o Galo, terminando a partida em 1 x 0.

No Allianz Parque, o Palmeiras também foi prejudicado mais uma vez pela arbitragem. Aos 49 minutos do segundo tempo, o zagueiro Antônio Carlos recebeu a bola de um cruzamento feito pelo capitão, Dudu, e marca para o time alviverde. O auxiliar anulou o lance de forma equivocada, alegando impedimento do zagueiro do Palmeiras.

O volante Felipe Melo criticou a arbitragem em suas redes sociais, postando em seu Instagram e no Facebook “Mostre o impedimento do Antônio Carlos e ganhe uma camisa do Palmeiras.”

O meio campista alviverde também expressou sua revolta. “Enquanto não tiver árbitro de vídeo, esses lances pequenos vão acabar gerando dúvida. Mas tem clubes que não aceitam ou não quiseram que tivesse o árbitro. Talvez porque já tenham de alguma outra forma” disse o camisa 10.

O técnico do Corinthians, Fábio Carille, também deu duras críticas em relação a marcação de falta no volante Gabriel, do time alvinegro. “Ele (Dewson) se atrapalhou. No lance do Gabriel (cartão amarelo), a informação que recebi desde o intervalo é que não foi falta. Ele deu cartão e virou uma bola parada para o adversário. Não gostei da arbitragem, sou sincero”, disse Carille.

Não é a primeira vez que a arbitragem brasileira deixa a desejar. Diversos clubes reclamam diariamente das decisões que os prejudicam e, vale lembrar que os clubes votaram a favor da implementação do sistema de vídeo nas partidas para que os erros sejam menores, foram Palmeiras, Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Grêmio e Internacional. Votaram contra, principalmente por conta dos custos, os clubes Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará. Apenas o São Paulo, dentre os clubes da Série A, se absteve da votação.

Giovanna Teixeira

Sobre Giovanna Teixeira

Giovanna Teixeira já escreveu 10 posts nesse site..

Giovanna Teixeira, tem 21 anos e é estudante de jornalismo de Jundiaí/SP. Amante de futebol desde pequena, tem como amor maior seu time do coração, o Palmeiras. Não conseguia decidir sua carreira, mas queria estar ligada sempre ao esporte, então encontrou o jornalismo que une sua paixão pela escrita, que foi desenvolvida quando criança nas aulas de redação, e pelo futebol como a melhor alternativa e a melhor escolha até agora.

BetWarrior


Poliesportiva


Giovanna Teixeira
Giovanna Teixeira
Giovanna Teixeira, tem 21 anos e é estudante de jornalismo de Jundiaí/SP. Amante de futebol desde pequena, tem como amor maior seu time do coração, o Palmeiras. Não conseguia decidir sua carreira, mas queria estar ligada sempre ao esporte, então encontrou o jornalismo que une sua paixão pela escrita, que foi desenvolvida quando criança nas aulas de redação, e pelo futebol como a melhor alternativa e a melhor escolha até agora.

    Artigos Relacionados

    Topo