Robinho: “Fui um dos responsáveis pelo rebaixamento”

- Jogador revelou ter recebido propostas de outros clubes, mas optou em permanecer e levar o Cruzeiro de volta à Série A
Robinho saindo de campo lesionado contra o Grêmio

Um dos poucos a permanecer no Cruzeiro após o rebaixamento do clube, Robinho comentou sobre o real motivo de sua permanecia em BH. O momento do clube não é nada positivo, ainda mais com essa paralisação devido a pandemia do coronavírus. A princípio, muito se fala que o meia não havia recebido propostas para deixar a Raposa em meio a tanta turbulência. Entretanto, em entrevista ao ‘GloboEsporte.com', o jogador desmentiu as especulações.

Robinho afirmou ter recebido propostas de outros grandes clubes no futebol brasileiro, mesmo ainda se recuperando de lesão. E sua decisão em permanecer no Cruzeiro foi porque o mesmo se considera um dos responsáveis pelo rebaixamento do clube, e por esse motivo, se vê obrigado a ajudar nessa situação para retornar à elite nacional. 

Tive proposta de outros clubes, clubes gigantes do futebol brasileiro, e eu decidi ficar porque eu acho que preciso ajudar na reconstrução, e porque eu acho que posso ajudar de alguma maneira. Me senti muito responsável pelo que aconteceu. Foi uma decisão minha e espero ter acertado na decisão para poder ajudar o clube a voltar para a Séria A – disse Robinho.

‘O JOGO DO REBAIXAMENTO'

Robinho terminou 2019 com uma lesão grave no joelho, sofrida diante do Grêmio na penúltima rodada do Brasileirão. No lance, ‘perdeu' o gol que daria a vantagem para o Cruzeiro e teve de deixar o time em campo com menos um. O meia considera que naquele momento foi decretado o rebaixamento do clube. “Até naquele lance meu mesmo, eu acho que se vier dez bolas daquela, eu faço dez gols. Inacreditável o Michel ter colocado o pé naquela bola. A partir do momento em que eu saí, eu vou ser bem sincero, quando eu sentei no banco, eu falei: ‘Realmente, a gente vai ser rebaixado‘. Foi a gota d’agua”, disse Robinho, em entrevista ao canal do Cruzeiro no Youtube.

ROBINHO E A COPA DO BRASIL

Vice-campeão da Copa do Brasil pelo Coritiba em 2012, Robinho conquistou a competição três vezes: Palmeiras em 2015 e Cruzeiro em 2017 e 2018. Nas três conquistas foi fundamental, principalmente em 2018, titular na campanha da Raposa, inclusive, marcou um dos gols em Itaquera sobre o Corinthians, que resultou no bicampeonato seguida.

No entanto, após se recuperar da cirurgia feita no joelho esquerdo, Robinho atuou por um tempo contra o CRB em 2020. O resultado não foi nada positivo, uma derrota por 2 x 0 para os alagoanos, com dois gols de Léo Gamalhofator determinante na demissão de Adilson Batista. Sendo assim, a Raposa terá que devolver o placar mínimo de 2 x 0 no Estádio Rei Pelé para ao menos prosseguir na competição.

Foto em destaque: Gabriel Duarte

BetWarrior


Poliesportiva


Thiago Lopes
Thiago Lopes
Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 6º semestre.

Artigos Relacionados

Topo