Robert Pirès com a camisa do Arsenal (Foto: Twitter)

Um dos times mais históricos da Premier League é o Arsenal da temporada 2003/2004. Como resultado, naquela competição os Gunners foram campeões sem perderem um jogo sequer. Entre os jogadores desta conquista estava o francês Robert Pirès, meio-campista clássico que encantou os torcedores em seu tempo na Inglaterra. Contudo, fora dele, tinha uma “mania” peculiar que irritava alguns companheiros.

Logo depois de sua passagem pelo Arsenal, o jogador foi para o Aston Villa. Assim, por lá tinha uma mania que revoltava seus companheiros de equipe. Pelo menos é o que relatou o meia Marc Albrighton, que hoje está no Leicester, mas estava na equipe na época. Em entrevista ao ‘Birmingham Live', o atleta relembrou a temporada que foi parceiro de plantel com o francês, e confessou que Robert Pirès demorava para comer e “prendia” os outros futebolistas no horário das refeições.

“Uma das regras que Gerard Houllier [técnico do time à época] trouxe foi de que teríamos que permanecer na mesa de jantar até todos acabarem de comer. Sem telefones, nada. Você não podia levantar até o último terminar de comer. Pirès era elegante em tudo que fazia. Ele apreciava o tempo comendo e não conhecia algo diferente disso. Era seu jeito. Podíamos ficar uma hora e meia esperando, mas ele era assim”. 

CARINHO POR ROBERT PIRÈS

Contudo, apesar desta “mania” peculiar, Albrighton disse que isso não era muito problemas, e que o jogador era muito respeitado pelo restante do elenco e revelou carinho pelo meia.

“Ele ganhou o respeito do vestiário de primeira, e merecidamente. Não só por ser um grande jogador, mas depois de ter conquistado tudo que conquistou na carreira: venceu uma Copa do Mundo, fez parte dos ‘Invencíveis'. E ainda era uma pessoa muito boa. Todos respeitavam isso.”

Foto Destaque: Divulgação/Twitter

Alexsander Vieira
https://bit.ly/3nAiB4l

Artigos Relacionados