River passa sufoco, mas está na final do Mundial

Deu o esperado na primeira semi final do Mundial de Clubes, a equipe sul-americana se classificou, mas com muito sufoco. O time japonês, que já vinha de duas vitórias no Mundial, pegou o estreante argentino, mas nem por isso vendeu fácil a vitória.

O estádio japonês em Osaka foi tomado pela torcida do River. ‘Los Millionarios’ ocuparam as arquibancadas com faixas e, como uma verdadeira torcida sul-americana, apoiou seu time com muita intensidade. Deu certo, os primeiros dez minutos foram de domínio argentino, que chegou a dominar o jogo com 66% de posse de bola.

Mas o time japonês, classificado como campeão nacional do país sede, não se acuou e começou a se organizar em campo. Defendeu bem, com cinco jogadores atrás ainda não foi vazado no Mundial, e trabalhou bem os seus contra-ataques, surpreendendo o time do River. Só não abriu o placar graças a milagres operados pelo goleiro rival, Barovero, que foi o nome do segundo tempo evitando ao menos dois gols japoneses. Hayashi, goleiro do Hiroshima, não ficou para trás, também fez bela defesa antes do apito final, mas em jogada impedida do ataque argentino.

O segundo tempo começou menos intenso que o primeiro, com o time japonês errando jogadas no ataque com o brasileiro Douglas, errando cruzamentos e domínios próximos a linha de fundo. Enquanto isso o time do River cresceu e abriu o placar aos vinte e seis minutos.

Em bola parada cruzada pra área, o goleiro Hayashi divide mal com Maidana e praticamente entrega a bola na cabeça de Alario, que estufa a rede adversaria e faz o gol da vitória argentina. O atacante tem estrela, também foi decisivo na fase final da Libertadores e agora coloca o time argentino na final, que depois do gol só precisou administrar o jogo, contra um Hiroshima abalado depois de ter levado o gol.

O River Plate agora aguarda o vencedor do duelo entre Guangzhou Evergrande e Barcelona, que acontece amanhã, às 8h30. A grande final é no domingo, no mesmo horário.

Avatar

Sobre Diego Rey

Diego Rey já escreveu 22 posts nesse site..

Diego Rey, 27 anos, jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sua paixão pelo futebol começou em 2006, ao ver Ronaldinho fazendo mágica em Barcelona. Desde então se tornou um torcedor culé fanático e não perde nenhum jogo do Barça. Morou na cidade catalã em 2013 e fez do Camp Nou sua segunda casa enquanto esteve lá.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Diego Rey
Diego Rey, 27 anos, jornalista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sua paixão pelo futebol começou em 2006, ao ver Ronaldinho fazendo mágica em Barcelona. Desde então se tornou um torcedor culé fanático e não perde nenhum jogo do Barça. Morou na cidade catalã em 2013 e fez do Camp Nou sua segunda casa enquanto esteve lá.

    Artigos Relacionados

    Topo