Nesta sexta-feira (5), a Coluna Parabéns ao Craque homenageia Ricardo Goulart Pereira, mais conhecido como Ricardo Goulart. O craque nasceu em São José dos Campos no dia 5 de junho de 1991 e fez história no Cruzeiro, por onde teve boa passagem e conquistou títulos importantes. Em 2015, após boas temporadas no time mineiro, o atacante foi anunciado pelo Guangzhou Evergrande, da China, pelo valor de 18 milhões de euros (48 milhões de reais). E o craque já chegou conquistando título, sendo artilheiro e melhor jogador da competição no país chinês.

https://www.instagram.com/p/B_he0zeHZrF/?utm_source=ig_web_copy_link

PRIMEIRO NÃO

Ricardo Goulart já nasceu apaixonado pelos gramados e pela bola. Atacante, jogou no Moreira's Sport, escolinha de São José dos Campos, interior de São Paulo, dos sete aos quatorze anos e fazia dupla com nada mais, nada menos que Casemiro, ex-São Paulo.

Aos 10 anos, já mostrando que sua carreira poderia ser promissora, o garoto marcou o gol do título de um campeonato de sua cidade natal, para delírio dele e dos familiares e amigos. O garoto chegou a meta de 35 gols em um único torneio. A cada rede balançada pelo meia era premiado pelo treinador e ex-goleiro profissional Nilton de Jesus Moreira, o Moreira, com um lanche caprichado.

Aos 15 anos, em 2006, Ricardo Goulart e Casemiro foram juntos realizar uma série de testes no São Paulo, para as categorias de base do clube. O atacante, entretanto, foi reprovado e ainda viu seu companheiro ser selecionado, segundo informações do clube, porque era mais ‘esperto' na época.

Assim, o banho de água fria deixou o garoto sonhador desanimado, cogitando abandonar o futebol após a decepção. Mas, seu pai o presenteou com um cavalo, como forma de estímulo. Assim, ele recuperou a alegria do sonho do filho, que não desistiu e voltou a ser artilheiro.

INÍCIO DA CARREIRA

O início da carreira de Ricardo Goulart foi um tanto quanto desafiadora. O menino chegou ao Santo André sob desconfianças, mas o papel mudou em pouco tempo. Sua primeira grande chance foi em 2009, quando aos 18 anos, teve sua primeira chance entre os profissionais da equipe paulista. Substituindo Marcelinho Carioca, Ricardo marcou seu primeiro gol profissional contra o Ituano, na vitória por 2×1 pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Após o gol, passou a ser usado com mais frequência e terminou o Estadual daquele ano como titular, com quatro gols marcados. Posteriormente, jogou 34 partidas e fez oito gols pelo Santo André. Tido como grande promessa, em 2010, ele foi oferecido ao Palmeiras, mas, rejeitado, acabou acertando com o Internacional, por empréstimo. A passagem foi curta, marcando quatro gols em sete jogos disputados pelo Campeonato Gaúcho e um gol em 10 jogos pelo Brasileirão de 2011.

DESTAQUE NO GOIÁS

Em 2012 o jogador teve seus direitos adquiridos pelo Banco BMG, registrado no Coimbra e repassado ao Goiás por empréstimo até o final de 2014. E foi nas terras goianas que o jogador se destacou e viu seu nome ser disputado por grandes clubes brasileiros, na época, por sua velocidade, objetividade e rara habilidade em fazer gols.

O primeiro título veio com a conquista do Campeonato Goiano, onde Ricardo Goulart se destacou. O garoto, que ainda estava dando seus primeiros passos rumo ao sucesso, se destacou ainda no título do Esmeraldino na Série B, em 2012. Posteriormente, ele marcou 25 gols e foi o artilheiro do Goiás no ano.

Após bons números pelo Goiás, o jogador foi disputado por Cruzeiro, Atlético Mineiro e São Paulo. O técnico Cuca chegou a dizer que, em sua opinião, Ricardo Goulart foi o melhor jogador da Série B do ano de 2012, deixando assim, o jogador com mais moral nas terras brasileiras.

View this post on Instagram

Parabéns manou pelo gol Tu merece !! Goiás serie A

A post shared by Ricardo Goulart (@ricardogoulart11) on

TÍTULOS E CONQUISTAS PELO CRUZEIRO

E quem venceu foi o Cruzeiro. Na disputa contra o Galo e o Tricolor Paulista, a equipe celeste desembolsou 5,5 milhões de reais e tirou o jogador do Goiás. Assim, no dia 4 de janeiro de 2013, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares anunciou a contratação de um dos jogadores mais importantes daquele ano.

E o primeiro gol chegou diante a Caldense, equipe de Poços de Caldas, pelo Campeonato Mineiro daquele ano, quando o Cruzeiro venceu por 2×1. Mas, Diago Souza chegou a raposa como craque e acabou tomando o espaço promissor de Ricardo Goulart. Entretanto, não durou muito. Diego Souza não deslanchou e foi negociado para a Ucrânia, deixando o caminho novamente livre para Ricardo Goulart, que não desperdiçou.

O jogador assumiu a vaga de titular e fez uma parceria de sucesso com Éverton Ribeiro. Juntos, os dois foram os grandes nomes e responsáveis pelo desempenho espetacular da equipe celeste no setor ofensivo. Faltavam quatro rodadas para o término do Brasileirão de 2013 quando o Cruzeiro levantou a taça de campeão, tendo Ricardo Goulart motivos de sobra para comemorar em dobro.

E não parou por aí. Posteriormente, em 2014, após um ano de sucesso, ele foi o primeiro a marcar no ano pelo Cruzeiro, na vitória por 1 a 0 sobre o URT, pelo Mineiro. Foi o artilheiro do Cruzeiro na Copa Libertadores ao lado de Bruno Rodrigo, com 4 gols e dia 23 de novembro, sagrou-se novamente campeão brasileiro após a vitória do Cruzeiro sobre o Goiás por 2 a 1, com duas rodadas de antecedência. Foram dois anos incríveis.

DESTAQUE E VENDA MILIONÁRIA

Em 7 de novembro, antes mesmo do título, o jogador foi homenageado com uma placa entregue pelo presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, em referência ao gol marcado contra o Chivas Guadalajara, durante o jogo disputado em julho, em El Paso, no Estados Unidos. Aos 37 minutos do segundo tempo, Goulart percebeu que o goleiro adversário estava adiantado e chutou a bola atrás da linha do meio-campo, marcando um verdadeiro golaço e deixando seu nome marcado ainda mais forte na equipe mineira.

No dia 1 de dezembro, foi eleito um dos melhores jogadores do campeonato, integrando a Seleção do Campeonato no Prêmio Craque do Brasileirão. Também foi escolhido como Bola de Ouro pela revista Placar, terminando o ano como artilheiro do time na temporada juntamente com Marcelo Moreno (24 gols cada). Posteriormente, no dia 19 de agosto de 2014, o técnico Dunga convocou pela primeira vez o atleta do Cruzeiro, até então artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2014, para os amistosos contra Colômbia e Equador.

CHINA, DUAS VEZES

Após dois anos de sucesso nas terras de Minas Gerais, Ricardo Goulart foi negociado com a China. No dia 13 de janeiro de 2015, foi anunciada a sua contratação pelo valor de 18 milhões de euros (48 milhões de reais) pelo Guangzhou Evergrande. E ele já chegou, chegando! Em sua primeira temporada, o jogador foi o principal destaque da conquista do 5º título chinês do clube e o artilheiro do time na competição, sendo o melhor jogador do campeonato.

https://www.instagram.com/p/Bmq4TRmgvqA/?utm_source=ig_web_copy_link

Após bons jogos, o Palmeiras, que estava buscando nomes de peso e disputaria a Libertadores, anunciou o empréstimo do jogador no dia 15 de janeiro de 2019. Mas, Ricardo Goulart, que recebeu a camisa 11, teve passagem curta pela equipe paulista. No dia 23 de maio retornou ao Guangzhou Evergrande, onde continua até hoje, após novo vínculo com o clube chinês.

https://www.instagram.com/p/BtCMB2gH9ii/?utm_source=ig_web_copy_link

O futebol é muito grato por ter jogadores como você. Um artilheiro nato, que não tinha fome particular, mas em equipe. Marcou história em Goiás e Minas Gerais, e só não vestiu mais a amarelinha da Seleção Brasileira por falta de competência dos técnicos, pois você merece mais. Posteriormente, mostrou amor e respeito por onde passou. Te ver jogar é um privilégio para uma nação inteira que ama e admira o futebol e seus bons filhos. Seus belos gols ficarão marcados para sempre, como esse antológico diante o Internacional, pelo Cruzeiro (foto abaixo), quando você estava sem ângulo e mais que improvável. Feliz vida, Ricardo Goulart, agradecemos muito por fazer parte da família do futebol e abrilhantar lances para brilhar os olhos dos torcedores e amantes do esporte.

https://www.instagram.com/p/od95I0jK3j/?utm_source=ig_web_copy_link

Foto destaque: Reprodução Instagram Ricardo Goulart

Iago Almeida
Iago de Almeida Silva. Nasci em Seritinga, interior de Minas Gerais, e moro em Varginha, também em Minas. 26 anos. Formado em Jornalismo pelo Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS. Quando pequeno, queria aparecer em câmeras; na faculdade, conheci as áreas que envolvem a profissão escolhida; formado, não recuso e não tenho medo de desafios; e, acima de tudo, amo as palavras e o amplo conhecimento por trás delas. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala".

Artigos Relacionados